sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

CRUZEIRO 88 ANOS DE VITÓRIAS

O Cruzeiro Esporte Clube comemora nesta sexta-feira, 2 de janeiro de 1921, seus 88 anos de existência. Desde a estréia vitoriosa por 2 a 0 contra um combinado de Nova Lima-MG formado por jogadores do Villa Nova e do Palmeiras, no extinto estádio do Prado Mineiro, em 3 de abril de 1921, realizou até hoje 4.337 jogos e obteve 2.319 vitórias, 1.045 empates e 973 derrotas. O ataque cruzeirense marcou 8.361 gols e a defesa sofreu 4.703

Neste período sagrou-se bicampeão sulamericano de 1976 e 1997, bicampeão brasileiro de 1966 e 2003, diversas vezes campeão mineiro e de outras competições a nivel internacional, nacional e regional.

O maior artilheiro da história do Clube é Tostão com 242 gols e o jogador que mais vezes atuou pelo clube foi o meiocampo Zé Carlos com 619 jogos. O jogador com maior numero de conquistas foi o volante Ricardinho com 15 títulos.

Os primeiros ídolos nacionais que destacaram-se com a camisa do Clube surgiram na década de 1960 e foram o goleiro Raul, o volante Piazza, os meiocampistas Dirceu Lopes, Tostão, Zé Carlos e o atacante Natal.

O clube cedeu 7 jogadores para a Seleção Brasileira em 7 Copas do Mundo: Tostão (1966, 1970), Piazza (1970, 1974), Fontana (1970), Nelinho (1974 e 1978), Ronaldo (1994), Dida (1998) e Edilson (2002). O clube ainda cedeu o zagueiro Perfumo para a Seleção da Argentina em 1974.

O Cruzeiro começou sua história em reuniões em salas cedidas pela Casa de Italia, na rua Tamoios, no centro de Belo Horizonte em que estiveram presentes uma centena de fundadores. Nestes 88 anos o clube aumentou seu patrimônio, que começou com a compra do quarteirão do bairro do Barro Preto entre as avenidas augusto de lima e ruas guajajaras, araguari e ouro preto,
onde construiu com o dinheiro arrecadado pelos próprios fundadores o Estádio do Barro Preto em 1923 e a primeira sede social em 1956. Com um terreno cedido por Americo Rene Gianetti ergueu em 1961 a sede campestre no bairro da pampulha. Em 1967 adquiriu um terreno no bairro Bandeirantes na Pampulha e inaugurou a Toca da Raposa, que durante duas Copas do Mundo, foi a concentração oficial da Seleção Brasileira e a mais moderna do futebol latino americano. Em 2002 o Clube inaugurou a Toca da Raposa II no bairro Trevo, também na região da pampulha e, em 2003, a atual sede social na rua dos Timbiras no Bairro do Barro Preto. A primeira centena de desportistas que deram início a história do Clube em 1921 multiplicaram-se em uma nação de 7 milhões de cruzeirenses espalhados pelo país.
Postar um comentário