quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Campeonato Mineiro de 1997 - Final com direito a recorde de publico

Cruzeiro e Villa Nova fizeram uma decisão dramática na decisão do Estadual de 1997



O título do Estadual de 1997 foi decidido numa final inédita entre Cruzeiro e Villa Nova e foi a primeira entre um clube da capital e outro do interior na Era Mineirão. O certame teve a participação de 12 equipes na 1a fase que se enfrentaram em turno e returno.

O Cruzeiro disputou todo o turno da 1a fase com o seu time secundário. Foi um protesto do presidente Zezé Perrella que foi traído pelos presidentes do América e do Atlético que haviam concordado em reduzir as datas do certame, mas que mudaram de opinião na reunião do conselho arbitral. O time titular só foi escalado no returno devido a eliminação precoce da Copa do Brasil. Ainda assim o Cruzeiro classificou-se como 4o lugar na tabela

A vingança contra os rivais estava programada para as finais, mas o Atlético, que terminou a 1a fase na liderança foi despachado, precocemente, pelo Villa Nova. O Cruzeiro liquidou o América na fase semifinal.

Na primeira partida da decisão em Nova Lima, o Villa venceu por 2 a 1, mas 0 Cruzeiro jogou pelo regulamento e venceu por 1 a 0, no Mineirão, com direito a um recorde histórico da torcida cruzeirense que lotou todas as dependências do estádio estabelecendo um publico de 132 mil pessoas - o maior da história do futebol mineiro.



Primeira Fase

Turno
02/02/1997 – 1 x 0 Montes Claros
Independência (Belo Horizonte)
08/02/1997 - 3 x 1 Mamoré
Waldomiro Pereira (Patos de Minas)
16/02/1997 - 0 x 0 Guarani
Waldemar Faria (Divinópolis)
19/02/1997 - 4 x 4 Villa Nova
Mineirão (Belo Horizonte)
23/02/1997 – 0 x 3 América
Independência (Belo Horizonte)
27/02/1997 - 1 x 2 Valério
Israel Pinheiro (Itabira)
02/03/1997 - 2 x 0 Uberlândia
Independência (Belo Horizonte)
06/03/1997 - 2 x 2 Caldense
Independência (Belo Horizonte)
09/03/1997 - 3 x 1 Democrata-GV
Mamud Abbas (Gov. Valadares)
13/03/1997 - 0 x 2 Social
Mineirão (Belo Horizonte)
16/03/1997 - 1 x 1 Atlético
Mineirão (Belo Horizonte)

Returno
23/03/1997 - 0 x 1 Montes Claros
José Maria de Melo (Montes Claros)
30/03/1997 - 3 x 1 Mamoré
Mineirão (Belo Horizonte)
02/04/1997 - 3 x 0 Guarani
Independência (Belo Horizonte)
06/04/1997 - 1 x 2 Villa Nova
Bonfim (Nova Lima)
13/04/1997 - 2 x 1 América
Mineirão (Belo Horizonte)
16/04/1997 - 1 x 1 Valério
Mineirão (Belo Horizonte)
19/04/1997 – 2 x 1 Uberlândia
Parque do Sabiá (Uberlândia)
27/04/1997 – 1 x 1 Caldense
Ronaldo Junqueira (Poços de Caldas)
01/05/1997 - 2 x 2 Democrata-GV
Mineirão (Belo Horizonte)
04/05/1997 - 2 x 1 Social
Mendes Brito (Ipatinga)
11/05/1997 - 0 x 0 Atlético
Mineirão (Belo Horizonte)

Quartas-de-final

18/05/1997 - 2 x 1 Montes Claros
José Maria de Melo (Montes Claros)
21/05/1997 - 2 x 0 Montes Claros
Mineirão (Belo Horizonte)

Semifinal

31/05/1997 - 3 x 2 América
Mineirão (Belo Horizonte)
08/06/1997 - 0 x 1 América
Mineirão (Belo Horizonte)

Final

15/06/1997 - 1 x 2 Villa Nova
Bonfim (Nova Lima)
22/06/1997 - 1 x 0 Villa Nova
Mineirão (Belo Horizonte)

Ficha técnica

CRUZEIRO 1 x 0 VILLA NOVA
Motivo: 2ª partida da Final do Campeonato Mineiro
Data: 22/06/1997 (dom)
Estádio: Mineirão (Belo Horizonte-MG)
Público: 132.834 (R$ 664.087,50)
Árbitro: Marco Antônio Cunha
Auxiliares: José Eugênio e Marco Antônio Martins
Gol: Marcelo Ramos 10
Cruzeiro: Dida, Vítor, Célio Lúcio, Gottardo, Nonato, Fabinho, Ricardinho, Cleison, Palhinha (Da Silva/31 do 2º), Marcelo Ramos (Alex Mineiro/41 do 2º), Elivelton (Donizete Amorim/14 do 2º). T: Paulo Autuori
Villa Nova: Cláudio, Wilson (Carlinhos/40 do 2º), Eleomar, Cláudio Roberto, Vânder, Jean, Alemão, Joca (Adão/23 do 2º), Guiba, Kao Baiano (Paulo César/33 do 2º), Milton. T: Brandãozinho
CA: Ricardinho, Vítor, Gottardo (C); Alemão, Jean, Vander, Wilson (V)
*o publico pagante foi de 74.857

Postar um comentário