sábado, 9 de maio de 2009

Uma festa esportiva nacional para a inauguração do Barro Preto

O time do Flamengo que enfrentou o Cruzeiro no jogo de inauguração do estádio do Barro Preto em 23/09/1923


As festas de inauguração do estádio começaram no dia 20 de setembro, quinta-feira, dia em que se comemora a data da unificação da Itália como uma alvorada e salva de 21 tiros e uma quermesse no estádio com varias atrações.

O jogo foi disputado no domingo e prestigiado por toda a comunidade esportiva do eixo Rio-São Paulo e pelos rivais América e Atlético que se fizeram presentes no estádio com suas respectivas diretorias e quadro de associados. No entanto as autoridades máximas do município e do Estado convidadas para o evento deram bolo e enviaram representantes.

Bianco iria reforçar o Cruzeiro, mas estava machucado e atuou como árbitro na preliminar entre América-B e Atlético. A Seleção Mineira foi representada pelo time do América e estava estreando na mesma data no Campeonato Brasileiro de Seleções, em Niterói, contra a Seleção Fluminense. Por isso o alviverde participou da preliminar com sua equipe secundária e, mesmo assim, goleou o Atlético por 3 a 0. O América homenageou o Flamengo atuando com um uniforme rubro-negro e pela vitória recebeu a Taça Flamengo oferecida pelo Cruzeiro.

O Cruzeiro disputou a partida principal contra o Flamengo reforçado de Gasparini, Severino e Heitor, do Palmeiras e arrancou um empate em três gols. Por ser o visitante o Flamengo ficou com a Taça XX de Setembro oferecida pelo Cruzeiro.

A noite um banquete foi servido pela diretoria do Cruzeiro à delegação do Flamengo no Grande Hotel e teve ainda como convidados os dirigentes do América e do Atlético. E foi na hora da boca livre que a única autoridade compareceu: o prefeito Flavio dos Santos.

A FICHA TÉCNICA DO JOGO

CRUZEIRO 3 x 3 FLAMENGO (RJ)
Motivo: amistoso
Data: 23/09/1923
Estádio: Barro Preto (Belo Horizonte-MG)
Público: 4.000
Árbitro: Henrique Vignal (RJ)
Gols: Ninão (2 gols); Heitor; Benevenuto; Agenor; Mário
Cruzeiro: Cicarelli, Ciccio, Gasparini, Cicarellinho, Severino, Quiquino, Piorra, Nani, Heitor, Ninão, Armandinho
Flamengo: Amado, Pennaforte, Almeida Netto, Durval, Seabra, Dino, Mário, Barbosa Lima, Orestes, Benevenuto, Agenor
Postar um comentário