sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Nani o primeiro homem-gol

O atacante Nani é o terceiro jogador da esquerda para a direta (usando chapéu de pescador). A foto é do amistoso que inaugurou oficialmente o estádio do Barro Preto, em 23 de setembro de 1923, em que o Cruzeiro reforçado de três jogadores da Seleção Brasileira, que pertenciam ao Palmeiras-SP, empatou em 3 a 3 com o Flamengo-RJ.

O autor do primeiro gol da história do Cruzeiro, o atacante Nani, se chamava João Lazzarotti e nasceu em Belo Horizonte, em 14 de outubro 1898. 

Nani começou a carreira em 1915 atuando no extinto time do Yale Athletic Club, junto com os irmãos Sílvio e Júlio. Fez parte da leva de 13 jogadores de origem italiana que se debandaram do Yale para o Cruzeiro, após a fundação do Palestra Itália em 1921. Foi acompanhado pelo irmão Júlio, mas o outro irmão Sílvio, permaneceu no Yale.

Nani fez parte do primeiro time da história do Cruzeiro que estreou nos gramados de futebol no extinto estádio do Prado Mineiro, em Belo Horizonte, num amistoso contra um combinado formado pelo Villa Nova e pelo Palmeiras, ambos de Nova Lima. O time do Palmeiras era uma espécie de filial do Villa, onde atuavam os jogadores reservas e juvenis e até a sua diretoria era eleita nos pleitos do Leão do Bonfim.

O Cruzeiro venceu o amistoso por 2 a 0 e Nani marcou ambos os gols, sendo o primeiro numa cobrança de falta aos 16 minutos de jogo. A preliminar foi um amistoso entre os mistões do Cruzeiro e do Atlético, que terminou empatado em um gol. O irmão Julio provavelmente atuou nesta partida, porém os jornais não registraram os autores dos gols e nem as escalações por tratar-se de jogo de segunda categoria.

Assim como a maioria dos jogadores do Cruzeiro trabalhava na construção civil, como pedreiro que, naqueles tempos era classificado como "construtor". Ajudou a erguer prédios públicos na capital e também o estádio do Cruzeiro, juntamente, com seus companheiros de time em 1923.

Segundo depoimentos de torcedores que o viram jogar publicado no livro "Páginas Heroicas, Onde a imagem do Cruzeiro resplandece" de Jorge Santana, Nani era um centro avante oportunista e sempre atento aos rebotes dos goleiros, mas quando era escalado como meia se destacava pela velocidade, bom passe e facilidade no drible.

Jogou no time do Cruzeiro até o ano de 1927. Devido a escassez de registros das escalações dos jogos encontrei apenas 37 partidas e 17 gols marcados pelo atacante. Saiu do Cruzeiro para o extinto time do Grêmio, do bairro do Prado. Parou de jogar futebol a pedidos da sua mãe, dona Vitoria, que era atleticana e ficava desesperada com os gols que o filho marcava no galo.

TODOS OS JOGOS E GOLS DO ARTILHEIRO NANI

3/4/1921 - 2 X 0 Combinado Palmeiras/Villa Nova – 2 gols
Amistoso - Prado (Belo Horizonte, MG)
17/4/1921 - 3 X 0 Atlético – 1 gol
Amistoso - Prado (Belo Horizonte, MG)
29/5/1921 - 2 X 0 Morro Velho
Amistoso (Taça Cruz Vermelha/1ª) - Quintas (Nova Lima, MG)
18/9/1921 - 1 X 1 Villa Nova – 1 gol
Amistoso (Taça Villa Nova de Lima/1ª) - Quintas (Nova Lima, MG)
2/10/1921 - 0 X 2 Sete
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
23/10/1921 - 5 X 1 Guarani
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
30/10/1921 - 3 X 4 América – 1 gol
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
8/1/1922 - 0 X 1 Morro Velho
Amistoso (Taça Cruz Vermelha/2ª) - Prado (Belo Horizonte, MG)
15/1/1922 - 1 X 1 Villa Nova
Amistoso - Prado (Belo Horizonte, MG)
19/2/1922 - 2 X 3 Villa Nova
Amistoso (Taça Villa Nova de Lima/2ª) - Quintas (Nova Lima, MG)
12/3/1922 - 1 X 2 Atlético – 1 gol
Amistoso - Prado (Belo Horizonte, MG)
9/4/1922 - 2 X 2 Sete – 1 gol
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
16/4/1922 - 2 X 4 América – 2 gols
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
23/4/1922 - 3 X 3 Lusitano – 2 gols
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
30/4/1922 - 0 X 0 Yale
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
7/5/1922 - 3 X 0 Progresso
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
5/11/1922 - 1 X 2 América
Campeonato da Cidade - Prado (Belo Horizonte, MG)
23/9/1923 - 3 X 3 Flamengo (RJ)
Amistoso (Taça 20 de Setembro) - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
21/10/1923 - 2 X 2 Sete
Amistoso (Taça Botafogo) - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
22/6/1924 - 1 X 2 América
Campeonato da Cidade - América (Belo Horizonte, MG)
21/9/1924 - 3 X 3 Industrial-JF
Amistoso (Taça Neubauer) - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
24/5/1925 - 2 X 5 América
Amistoso (Taça 24 de Maio) - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
7/6/1925 - 4 X 2 Sírio
Amistoso (Taça Bedran) - América (Belo Horizonte, MG)
28/6/1925 - 2 X 1 Sport-JF
Amistoso (Taça Aurélio Noce) - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
13/5/1927 - 3 X 6 América – 2 gols
Amistoso - América (Belo Horizonte, MG)
5/6/1927 - 9 X 1 Sete
Campeonato da Cidade - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
12/6/1927 - 3 X 0 Guarani
Campeonato da Cidade - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
19/6/1927 - 4 X 1 América
Campeonato da Cidade - América (Belo Horizonte, MG)
10/7/1927 - 6 X 0 Sírio – 2 gols
Campeonato da Cidade - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
17/7/1927 - 3 X 0 Retiro
Campeonato da Cidade - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
24/7/1927 - 7 X 0 Alves Nogueira
Campeonato da Cidade - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
31/7/1927 - 0 X 3 Villa Nova
Campeonato da Cidade - Bonfim (Nova Lima, MG)
7/8/1927 - 3 X 2 Palmeiras
Campeonato da Cidade - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
14/8/1927 - 2 X 4 Atlético – 1 gol
Campeonato da Cidade - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
16/10/1927 - 1 X 3 América – 1 gol
Amistoso - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
30/10/1927 - 1 X 1 Vasco da Gama (RJ)
Amistoso - Barro Preto (Belo Horizonte, MG)
27/11/1927 - 2 X 9 Atlético
Campeonato da Cidade - América (Belo Horizonte, MG)

*Guarany, Lusitano, Palmeiras, Progresso, Sete, Sírio e Yale eram de Belo Horizonte; o Morro Velho e o Retiro eram de Nova Lima; o Alves Nogueira de Sabará; o Sport e o Industrial de Juiz de Fora.

FICHA TÉCNICA DO PRIMEIRO JOGO E DO PRIMEIRO GOL

CRUZEIRO 2 x 0 COMBINADO VILLA NOVA/PALMEIRAS
03/04/1921 (Dom-14h30) - amistoso - Prado (Belo Horizonte, MG)
Público: 1.500
Árbitro: Hermeto Júnior
Gols: Nani 16’ e 47’
Cruzeiro: Nullo; Polenta e Ciccio; Quiquino, Américo e Bassi; Lino, Spartaco, Nani, Henriqueto e Armandinho
Combinado: Ferreira; Marcondes e Ruanico; Cristovão, Baiano e Oscar; Raimundo, Gentil, Badú, Damaso e Juá
Preliminar: Cruzeiro-B 1 x 1 Atlético-B

Postar um comentário