sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Queda de energia salvou o Ceará da sede de gols da Máquina Azul em 1979

A Máquina Azul de 1979 que aplacou goleadas em série no Campeonato Brasileiro. Em pé da esquerda para a direita, Luiz Antônio, Mariano, Flamarion, Marquinhos, Zezinho Figueroa e Berto. Agachados da esquerda para a direita, Júnior Brasília, Eduardo, Paulo Luciano, Erivelto e Joãozinho.

Cruzeiro e Ceará já fizeram uma partida de 36 minutos! Foi pelo Campeonato Brasileiro de 1979, que teve o time do Cruzeiro, comandado pelo técnico Ílton Chaves, como a grande sensação, por causa das goleadas em série que aplicou sobre os adversários.

Os resultados elásticos levaram o time estrelado a ser apelido de “Máquina Azul”. O Ceará foi um dos poucos adversários que escapou da sede de gols do Cruzeiro naquele campeonato. E não foi apenas por méritos da equipe do Vovô, mas porque uma queda de energia elétrica no estádio Castelão, em Fortaleza, provocou a suspensão da partida ainda no primeiro tempo.

Antes da partida contra o Ceará, a Máquina Azul havia atropelado o Remo, por 3 a 0, no Mineirão, o Vitória, por 4 a 2, na Fonte Nova, o Nacional-AM, por 4 a 1, no Mineirão e o Bahia, por 5 a 0, também no gigante da Pampulha. Já na partida contra o Nacional, o Cruzeiro havia garantindo a classificação para a segunda fase do Campeonato com duas rodadas de antecedência.

Na última rodada da fase, o adversário foi o Ceará. O Cruzeiro abriu o placar, logo aos 7 minutos, com um gol do lateral direito Nelinho. O Ceará chegou ao empate, com um gol de Rubens Nicola, aos 30 minutos.

Aos 36 minutos, quando o Cruzeiro pressionava em busca do segundo gol, uma queda de energia deixou o estádio Castelão às escuras. O problema não foi resolvido e o árbitro sergipano, Antônio Vieira Góis, suspendeu o jogo.

Uma nova partida deveria ser realizada, já que 36 minutos não correspondem ao tempo regulamentar de um jogo de futebol. Assim, a delegação cruzeirense permaneceu em Fortaleza aguardando uma decisão da Confederação Brasileira do Desporto-CBD.

No entanto, surpreendentemente, a CBD cancelou a realização de um novo jogo e considerou os 36 minutos disputados e o placar de 1 a 1, dando um ponto para cada equipe na tabela de classificação.

A CBD justificou a medida, alegando que a partida não representaria nenhuma alteração na tabela e que não havia datas disponíveis para agendar outro jogo. Curiosamente, a decisão revoltou os jogadores cruzeirenses. Queriam uma nova partida, porque estavam confiantes que iriam aplacar uma nova goleada! 

Na segunda fase daquele Brasileiro, o Cruzeiro ainda aplicou outras goleadas: 4 a 0 sobre o Dom Bosco-MT; 5 a 2, sobre o Americano-RJ; e 4 a 1 sobre o Villa Nova-MG. Como campeão da chave, o time estrelado se classificou para a terceira fase, onde enfrentou o Goiás, o Atlético-MG e o Internacional, mas na reta final, a Máquina perdeu o fôlego. Com dois empates contra o Galo e o Verdão e uma derrota para o Colorado, que ficou com a primeira colocação na chave, a Máquina ficou fora da fase semifinal e da disputa pelo título.

A ficha do jogo de 36 minutos

CRUZEIRO 1 x 1 CEARÁ (CE)
04/11/1979 (Dom-17h) - Copa Brasil (1ª fase/9ª rodada) - Castelão (Fortaleza, CE)
Renda: Cr$ 577.280,
Árbitro: Antônio Vieira Góis (SE)
Auxiliares: Manoel Alves Araújo e Francisco Augusto Pereira
Gols: Nelinho 7’; Rubens Nicola 30’
Cruzeiro: Luiz Antônio, Nelinho, Zezinho Figueroa, Marquinhos, Mariano, Nélio, Alexandre, Mauro, Júnior Brasília, Roberto César, Joãozinho. T: Ílton Chaves
Ceará: Dalmir, Tércio, Celso, Aluísio Correia, Bezerra, Edmar, Rubens Nicola, Tiquinho, Chinês, Aloísio Chaves, Jangada. T: William Pontes

Todos os jogos entre Cruzeiro e Ceará

CAMPEONATO BRASILEIRO
Jogo 3 - 29/8/1971 - Cruzeiro 6 X 0
Campeonato Brasileiro (1ª Fase) - Mineirão (Belo Horizonte)
Jogo 4 - 5/11/1972 - Empate 1 X 1
Campeonato Brasileiro (1ª Fase) - Presidente Vargas (Fortaleza)
Jogo 5 - 9/6/1974 - Empate 1 X 1
Campeonato Brasileiro (1ª Fase) - Castelão (Fortaleza)
Jogo 7 - 4/11/1979 - Empate 1 X 1
Campeonato Brasileiro (1ª Fase) - Castelão (Fortaleza)
Jogo 8 - 31/5/2010 - Ceará 1 X 0
Campeonato Brasileiro (turno) - Castelão (Fortaleza)
Jogo 9 - 22/9/2010 - Cruzeiro 2 X 0
Campeonato Brasileiro (returno) - Arena do Jacaré (Sete Lagoas, MG)
Jogo 10 - 20/8/2011 - Cruzeiro 1 X 0
Campeonato Brasileiro (turno) - Parque do Sabiá (Uberlândia, MG)

AMISTOSO
Jogo 1 - 19/6/1962 - Ceará 3 X 2
Amistoso - Presidente Vargas (Fortaleza)
Jogo 2 - 12/10/1969 - Cruzeiro 1 X 0
Amistoso - Presidente Vargas (Fortaleza)
Jogo 6 - 26/2/1978 - Cruzeiro 3 X 1
Amistoso (Torneio de Fortaleza) - Castelão (Fortaleza)

twitter:
@henriqueribe

Postar um comentário