segunda-feira, 9 de abril de 2012

AGENDA HISTÓRICA


Acompanhe os fatos que marcaram a história do clube

Por Henrique Ribeiro

09/04/1972 - O craque Tostão (foto ao lado) faz a sua última partida com a camisa do Cruzeiro no amistoso sem gols contra o Goiás, no estádio Pedro Ludovico, em Goiânia. Maior artilheiro da história do clube com 242 gols, o meio-campista de raro talento e protagonista de lances geniais foi atleta do clube por 11 anos, quando começou a jogar na equipe de futsal em 1961 aos 14 de idade. Em sua passagem com a camisa das cinco estrelas, foram 373 jogos e a conquista do Campeonato Brasileiro de 1966 e dos Estaduais de 1965, 1966, 1967, 1968, 1969 e 1972.

10/04/1944 - Torcedores e associados do Cruzeiro organizam a "campanha do gol" para ajudar financeiramente o clube que passava por sérias dificuldades. A experiência já havia sido feita pelos torcedores do Uberaba com grande sucesso no início dos anos 40. Cada participante da campanha contribuiria com Cr$ 1,00 (um cruzeiro) por cada gol marcado pelo time. Metade do valor arrecadado seria para os jogadores e o restante para o pagamento das luvas nas renovações de contratos. Ari Martini foi o tesoureiro da campanha

11/04/1939 - Sob a administração do presidente Oswaldo Pinto Coelho, o Cruzeiro cria o seu primeiro departamento médico

14/04/1983 - o treinador Orlando Fantoni testa, pela primeira vez, num amistoso contra o Democrata, no estádio Duarte de Paiva, em Sete Lagoas, o sistema do pentágono, que eliminou os pontas especialistas. O setor de ataque era formado por cinco jogadores que se movimentavam para confundir a marcação adversária. Na estreia do sistema o Cruzeiro não passou de um empate em 1 a 1.

15/04/1932 - o America convida o Cruzeiro para um amistoso que serviu para inaugurar o sistema de iluminação do estádio da Alameda, que pertencia ao clube alviverde e se localizava onde está, atualmente, o supermercado extra, na avenida Francisco Sales. Izolda Gatti, rainha do America, foi quem acendeu as luzes do estádio. No entanto iluminado mesmo foi o time cruzeirense que goleou os americanos por 7 a 2, com gols de Alcides, Bengala, Piorra, Malleta e Niginho, que fez três. Marcelo e Dutra descontaram para o America.
Postar um comentário