segunda-feira, 22 de outubro de 2012

AGENDA HISTÓRICA

Tostão, Marco Antônio, Vavá, Neco, Piazza e Natal
carregam o treinador Airton Moreira no gramado do Mineirão
na comemoração do título do Campeonato Mineiro de 1965

Por Henrique Ribeiro

22/10/1999 - o Cruzeiro é goleado por 7 a 3 para o Palmeiras, no Palestra Itália, em São Paulo, no primeiro jogo das quartas de final da Copa Mercosul. Foi a maior goleada sofrida pelo Cruzeiro em competições internacionais.

23/10/1974 - o zagueiro Mizael e o atacante Silva sofrem um acidente de automóvel em Belo Horizonte. Com o impacto o zagueiro lesionou a coluna e a contusão abreviou sua passagem pelo Cruzeiro. Mizael revezava a posição na zaga com Darci e Moraes e chegou a formar a dupla titular com Perfumo em diversas partidas. Ele veio do América em agosto de 1972 trocado por uma dívida do alviverde com o time estrelado. Mizael fez 63 jogos e marcou um gol com a camisa cruzeirense entre 1972 e 1974.

24/10/1965 - o Cruzeiro vence o Atlético por 1 a 0, no Mineirão, com um gol marcado por Tostão, em jogo válido pela última rodada do turno do Campeonato Mineiro. Foi o primeiro clássico disputado no "Gigante da Pampulha", que havia sido inaugurado em 5 de setembro daquele ano, que ficou marcado por um dos maiores vexames protagonizados pelo alvinegro. A partida não chegou ao final, após o árbitro ter assinalado um pênalti do zagueiro atleticano Décio Teixeira sobre o atacante cruzeirense Wilson Almeida, aos 34 minutos do segundo tempo. O time do Atlético resolveu melar o final da partida e impediu a cobrança. Após ser agredido, o árbitro Juan de La Passion Artéz expulsou 9 jogadores do alvinegro e encerrou o jogo. Na saída de campo, Tostão lamentou o desfecho do jogo e ironizou: "que pena, ainda tinha tempo pra darmos uma goleada".

25/10/1955 - Wellington Armanelli anuncia a sua renúncia ao cargo de presidente do Cruzeiro.

26/10/1958 - numa assembléia na sede do Cruzeiro ficou decidido o rompimento de relações esportivas com o Atlético. A decisão foi motivada pela briga nos tribunais esportivos por causa da decisão do Campeonato da Cidade de 1956. A reunião também serviu para selar a paz entre as correntes políticas do clube e o retorno de vários conselheiros afastados como Natalino Triginelli, José Grecco, Felício Brandi e Furletti.

27/10/1986 - A diretoria cruzeirense contrata o meia Heriberto, que estava no Juventus-SP, por empréstimo até junho de 1987. Ele foi um dos grandes reforços do time na temporada.

28/10/1967 - o treinador Airton Moreira se licencia do cargo por causa de problemas cardíacos e é substituído pelo gerente de futebol Orlando Fantoni. Mesmo após o fim da licença, ele não mais retornaria a dirigir o time. Airton marcou história no comando do Cruzeiro. Sua primeira passagem foi em 1957, quando levou o Cruzeiro as finais do Campeonato de 1956, que teve o título divido como o Atlético. Em 1964 voltou a exercer a função de técnico do time cruzeirense e conquistou o Campeonato Brasileiro de 1966 e os Campeonatos Mineiros de 1965, 1966 e 1967. Ao todo comandou o time azul em 200 jogos (127 vitórias, 33 empates e 40 derrotas).

twitter: @henriqueribe
www.facebook.com.br/almanaquedocruzeiro.com.br
Postar um comentário