quarta-feira, 31 de julho de 2013

agenda histórica

Foto: Vipcomm
O atacante Thiago Ribeiro disputa a bola com o volante Serginho no clássico 
histórico de 2010

por Henrique Ribeiro

27/07/1967 - durante o coquetel promovido pelo Araxá Esporte Clube na Casa do Jornalista, o juiz Mauro Belém Botelho, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva, da Federação Mineira, revelou ao presidente Fábio Fonseca, do Atlético. _"Pois é, presidente, o Galo está mesmo impossível. Lá no TJD a coisa tá tranquila. É tudo preto e branco”. Este trecho da conversa foi publicado pelo jornal Diário da Tarde e revoltou os desportistas mineiros.

28/07/1988 - o zagueiro Gilson Jader é contratado ao São José-SP por Cz$ 16 milhões.

29/07/1979 - o lateral direito Nelinho é convocado para a Seleção Brasileira para a partida contra a Argentina, pela Copa America.

30/07/1994 - convidado para inaugurar o estádio Palogrande, em Manizales, na Colômbia, o Cruzeiro goleia o Once Caldas, que havia conquistado o acesso a primeira divisão do Campeonato Colombiano, por 5 a 2. Os gols do time estrelado foram marcados por Paulo Roberto, duas vezes, Cleison, Macalé e Sarmiento, contra.

31/07/1956 - o meia Paulo Florêncio encerra a sua trajetória com a camisa do Cruzeiro. O atleta rescindiu o seu contrato e se transferiu para o Sete de Setembro. Em duas passagens com a camisa azul, entre 1948 e 1951 e de 1954 a 1956, Paulinho fez 175 jogos e marcou 8 gols. Foi um dos grandes nomes do clube no período.

01/08/2010 - com um gol do atacante Wellington Paulista, o Cruzeiro derrota o Atlético, por 1 a 0, pela 12a rodada, do turno, do Campeonato Brasileiro. Por causa da reforma do Mineirão, o clássico foi disputado na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Foi o primeiro confronto entre os rivais pelo Campeonato Nacional disputado fora do Mineirão e numa cidade do interior do estado. E também o primeiro de torcida única. Como era mando do alvinegro, teve apenas a presença dos torcedores adversários.

02/08/1960 - a diretoria cruzeirense reclama à Federação Mineira não ter recebido as taças referentes às conquistas do Campeonato Mineiro de 1959 e da Copa Belo Horizonte de 1960.

http://www.facebook.com/almanaquedocruzeiro

Postar um comentário