sábado, 3 de agosto de 2013

agenda histórica

Marco Antônio Boiadeiro foi um dos maiores meio-campistas da história do Cruzeiro

Por Henrique Ribeiro

03/08/1967 - matéria do Diário da Tarde mostra que o governo estadual arrecadou Ncr$ 10 mil nos 12 jogos realizados no Mineirão, em julho. Foi o resultado da vigência da lei 4492, de 14 de junho, do governo Israel Pinheiro, que onerou as rendas das partidas. A liberação do alvará para jogos com ingressos pagos custava apenas 30 centavos. Após a lei passou a incidir sobre o valor de cada ingresso custando 8 centavos. Além do imposto, o governo estadual arrancou o couro dos clubes criando uma taxa de expediente de Ncr$ 1,62 por cada bilhete. Somente nos jogos de 29 e 30 de julho, no Mineirão, entre Cruzeiro e Uberlândia e Atletico e Araxá, respectivamente, o governo estadual levou Ncr$ 3.086,68 das rendas.

04/08/1994 - o meio-campista Boiadeiro encerra a sua trajetória pelo Cruzeiro ao ser negociado ao Corinthians por Cr$ 400 mil. O habilidoso armador defendia a camisa estrelada desde 1991 e conquistou os títulos da Supercopa de 1991 e 1992 e da Copa do Brasil de 1993, além dos estaduais de 1992 e 1994. Em 137 partidas marcou 10 gols e formou um dos maiores meios-de-campo da história do clube, ao lado de Ademir, Douglas e Luiz Fernando.

05/08/1993 - com um gol marcado aos 38 minutos, do primeiro tempo na vitória por 2 a 0 sobre o Belenenses, de Portugal, no estádio Restelo, em Lisboa, o atacante Ronaldo consolida a sua titularidade no ataque cruzeirense. Com a sua personalidade e o bom futebol apresentado nos amistosos em Portugal, o garoto de 17 anos, conquistou de vez a vaga no ataque titular do Cruzeiro na disputa com o centro-avante Tôto.

06/08/1951 - O presidente Antônio Alves Limões manda destruir parte das arquibancadas cobertas das sociais do estádio do Barro Preto. O objetivo era ampliar as dependências, o que acabou não ocorrendo. O dirigente também anunciou o recebimento de um empréstimo de Cr$ 1,8 milhão para a construção da sede social do clube, que seria inaugurada em novembro de 1956.

07/08/1941 - os jogadores cruzeirenses vão até a casa do treinador Bengala para pedirem a sua volta ao comando técnico do time. Após a derrota para o Atlético, em 27 de julho, por 2 a 1, no estádio de Lourdes, pelo turno do Campeonato da Cidade, Bengala foi cercado na porta do vestiário por dirigentes exaltados que o culparam pelo resultado. Chateado com as críticas pediu demissão do cargo.

08/08/1943 - com gols de Alcides e Gabriche, o Cruzeiro vence o Sete de Setembro por 2 a 1, pelo returno do Campeonato da Cidade. Foi a primeira partida que o time estrelado disputou no estádio construído dentro das dependências do batalhão de polícia do bairro de Santa Teresa. Foi lá que o Sete de Setembro, time que representava o bairro da Floresta, mandou seus jogos a partir daquele ano. O estádio durou apenas três anos e foi desmanchado para a construção do Colégio Tiradentes.

09/08/1975 - o Cruzeiro estreia em gramados da Europa. O time estrelado goleou o Stoke City, da Inglaterra, por 3 a 0, no estádio Riazor, em La Coruña, na Espanha, pela semifinal do Trofeu Teresa Herrera. A partida teve como destaque o lateral direito Nelinho que marcou os gols do jogo, sendo dois em cobranças de pênalti e um de falta. Fundado em 1872, o Stoke é o time mais velho do mundo.

www.facebook.com.br/almanaquedocruzeiro
Postar um comentário