quinta-feira, 26 de setembro de 2013

agenda histórica

O time do Cruzeiro, ainda como Palestra Italia, perfilado antes do confronto
contra o Flamengo na inauguração do estádio do Barro Preto em 1923. 

Por Henrique Ribeiro

21/09/1997 - o meia Geovanni conquista pela Seleção Brasileira o Campeonato Mundial Sub 17. O título veio com a vitória sobre Gana, na final, por 2 a 1. Foi a sétima edição do torneio, que foi disputado no Egito e o primeiro título da Seleção Brasileira na categoria. Geovanni marcou três gols durante a campanha de 100% de aproveitamento do Brasil, que venceu Austria, Estados Unidos, Omã, Argentina, Alemanha e Gana.

23/09/1923 - o Cruzeiro inaugura oficialmente o estádio do Barro Preto num amistoso contra o Flamengo, que terminou empatado em 3 a 3. Apesar de terem sido convidados, nenhuma autoridade se fez presente a festa de inauguração e enviaram representantes. Eram os efeitos da lei de 1922 do presidente Epitácio Pessoa, que deu início a uma série de perseguições aos imigrantes italianos no Brasil por causa das greves trabalhistas. No entanto a festa foi prestigiada pela comunidade esportiva com a presença de vários jogadores da Seleção Brasileira que vieram de São Paulo e Rio prestigiarem o evento, entre eles, Artur Friedenreich. O Cruzeiro jogou esta partida reforçado por Severino, Heitor e Bianco, todos do Palmeiras.

24/09/1963 - numa partida equilibrada, o time de basquete do Cruzeiro derrota o do Ginástico por 60 a 58, no ginásio do Barro Preto. O tempo regulamentar terminou empatado em 52 a 52 e o jogo somente foi decidido na prorrogação. O quinteto cruzeirense atuou com Fernando, Delcio, Lo Russo, Armando (Edson) e Altivo e o do Ginástico com Rubinho, Bira, Luiz Fernando, João Marcos e Luiz Carlos. A arbitragem foi de Walter Rodrigues, Sergio Roscoe e Mucio Agostinho

25/09/1966 - o Cruzeiro goleia o Siderúrgica por 4 a 1, no estádio da Praia do Ó, em Sabará, pelo returno do Campeonato Mineiro. Foi o último jogo da história deste confronto. O time sabarense terminaria o estadual rebaixado e decidiu encerrar suas atividades profissionais tornando-se um time amador. O Siderúrgica foi um dos clubes que surgiu na "era do futebol de fábrica" nos anos 1920, que eram mantidos por indústrias no país. Ao todo o Cruzeiro enfrentou o Siderúrgica em 105 confrontos, com 53 vitórias, 15 empates e 37 derrotas. O Siderúrgica foi campeão da cidade de 1937 e do estadual de 1964.

26/09/1946 - após uma passagem pelo Botafogo, o técnico Bengala retorna ao Cruzeiro. Ele assumiu o cargo, após a saída do treinador Chico Trindade. Bengala foi contratado para assumir o comando técnico dos times de futebol e basquete do clube até dezembro de 1947.

27/09/1931 - o Cruzeiro goleia o America por 8 a 1, no Barro Preto, pelo returno do Campeonato da Cidade. Foi a maior goleada da história do confronto. Os gols foram marcados por Niginho/4, Alcides/2, Bengala e Piorra. O gol americano foi de Marcelo. O América iria abandonar o Campeonato no dia seguinte e esta partida seria transformada em amistoso.

http://www.facebook.com/almanaquedocruzeiro

Postar um comentário