segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Torneios Malucos (1) - O Extra de 1935

Carlos Henrique

Em homenagem ao retorno da Sul Minas, darei início a uma série de textos sobre outros campeonatos malucos que o Cruzeiro participou. Começo pelo Campeonato da Cidade Extra de 1935 que, como a Sul Minas de 2016, teve tudo pra dar errado e contou com um critério inédito de eliminação.

Após a disputa do Campeonato da Cidade de 1935, que teve o Villa Nova como campeão, os clubes profissionais resolveram organizar um torneio com os times da divisão amadora, que levou o nome de “Campeonato da Cidade Extra”.  Teve 10 participantes: America, Lourdes, Cruzeiro, Fluminense, Carlos Prates, Graphica, Renascença, Tupynambas, Commercial e Forluminas.  A fórmula seria de turno único e o campeão definido pelo menor número de pontos perdidos. A equipe que sofresse três derrotas consecutivas ou alternadas seria desclassificada.

O Extra começou em 8 de setembro. O Fluminense, do bairro da Lagoinha, fora a primeira vítima do critério de eliminação ao sofrer três derrotas seguidas para o time de Lourdes, Carlos Prates e Tupynambas e foi desclassificado. Forluminas, Carlos Prates e Commercial, com duas derrotas cada, correram risco.

O Cruzeiro estreou no dia 29 de setembro, com uma goleada (5 a 0) sobre o Graphica, que era o time da Imprensa Oficial. Nesta data, o Renascença, que era o time da fábrica de tecidos do bairro, comunicou a saída do torneio.

O Cruzeiro voltaria a jogar no Extra, em 27 de outubro, na derrota (1 a 2) para o time de Lourdes. No dia 10 de novembro, derrotou o America (2 a 1). Em 22 de dezembro, goleou o Carlos Prates (8 a 2).

No dia 16 de novembro, a Associação Mineira de Futebol, deu uma pausa no Extra para os preparativos da Seleção Mineira, que disputaria o Campeonato Brasileiro de Seleções. A disputa retornou, em 22 de dezembro, mas apenas uma rodada foi disputada.


Como já era de se esperar, o Torneio que não representava nada, não despertou interesse do público e foi um fracasso de rendas. Em 27 de janeiro de 1936, a AMF comunicou a extinção do torneio, que teve apenas 14 jogos. Foi assim considerado inexistente e suas partidas transformadas em  amistosos. 
Postar um comentário