segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Campeonato da Cidade 1946

Carlos Henrique

CAMPEONATO DA CIDADE 1946

Campanha do Cruzeiro
Turno
24/03 - Cruzeiro 1 x 0 Siderúrgica (Praia do Ó)
31/03 - Cruzeiro 6 x 1 Villa Nova
07/04 - Cruzeiro 3 x 2 Sete
21/04 - Cruzeiro 1 x 0 Metalusina
28/04 - Cruzeiro 3 x 1 América (Alameda)
12/05 - Cruzeiro 0 x 2 Atlético (Lourdes)
Returno
09/06 - Cruzeiro 1 x 0 Metalusina (Alencar Peixoto)
16/06 - Cruzeiro 2 x 1 América
23/06 - Cruzeiro 2 x 0 Sete
07/07 - Cruzeiro 0 x 1 Villa Nova (Bonfim)
04/08 - Cruzeiro 2 x 2 Atlético
10/08 - Cruzeiro 1 x 3 Siderúrgica
Turno Neutro
01/09 - Cruzeiro 1 x 0 Villa Nova (Alameda)
07/09 - Cruzeiro 4 x 0 Sete (Lourdes)
12/09 - Cruzeiro 1 x 2 América (Lourdes)
22/09 - Cruzeiro 0 x 2 Atlético (Alameda)
28/09 - Cruzeiro 0 x 2 Siderúrgica (Lourdes)
03/10 - Cruzeiro 0 x 1 Metalusina (Lourdes)

Classificação: 1º Cam (campeão); 2º Villa Nova; 3º Cruzeiro; 4º Metalusina; 5º America; 6º Siderúrgica; 7º Sete
Artilheiro Máximo: Lêro (Cam) com 15 gols
Campeão do Campeonato de Aspirantes: America
Campeão do Torneio Início: Villa Nova
Campeão Amador (DFA): Santa Tereza

Fórmula de disputa:
Três turnos, sendo turno, returno e um turno neutro com todos os jogos disputados em Belo Horizonte em estádios neutros. Classificação definida no sistema de pontos corridos, sem acesso e rebaixamento, pois não havia Série B.

Critérios de participação:
Clubes profissionais filiados a FMF e inscritos no Campeonato. O Sete disputou o Campeonato como agregado

Classificação por rendas: 1º Atletico ($368.140,00); 2º Cruzeiro ($240.965,00); 3º America ($192.559,00); 4º Villa Nova ($105.661,00); 5º Sete ($54.385,00); 6º Metalusina ($41.746,00); 7º Siderurgica ($40.158,00)
Jogo de maior renda: 04/08 - Cruzeiro 2 x 2 Atlético ($81.257,00) - Barro Preto
Jogo de menor renda: 12/05 - Siderúrgica 2 x 1 Sete ($341,00) - Praia do Ó

Sistema: 2-3-5
Geraldo II, Duque (Bibi) e Bituca; Adelino, Hemetério e Juvenal; Nogueirinha, Orlando, Niginho, Ismael e Braguinha. Técnicos: Mario Grosso (1), Bengala (2), Americo Tunes (4), Chico Trindade (5), Nello Nicolai (6)

Quem jogou:
Adelino e Bituca 18
Ismael 17
Geraldo II e Hemetério 16
Nogueirinha 13
Juvenal e Orlando 11
Bibi, Duque e Niginho 10
Braguinha 9
Alcides e Selado 8
Bucheli 6
Alvinho e Caieirinha 3
Abelardo, Miro, Pimenta e Sinval 2
Jorge, Levi e Rizzo II 1

Quem marcou gols
Orlando 8
Braguinha e Ismael 5
Alcides e Niginho 2
Bituca, Bucheli, Nogueirinha e Selado 1
Gols contra: Castanheira (Sete) e Corsino (Sete) 1

Mais um do futebol de fábrica
O Metalusina era o time da Compania Usinas Siderúrgicas, de Barão de Cocais. Assim como o Siderúrgica (Belgo Mineira) e Villa Nova (Mineração Morro Velho), seus jogadores eram registrados como empregados da usina. Seus torcedores também eram compulsórios, ou seja, os empregados tinham descontos na folha de pagamentos destinados ao clube. O estádio do time levava o nome de Alencar Peixoto, que era administrador da empresa.
Postar um comentário