quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Campeonato da Cidade 1953

Carlos Henrique

CAMPEONATO DA CIDADE 1953

Campanha do Cruzeiro
1º Turno
19/04 - Cruzeiro 2 x 3 Meridional (Barrancos)
23/04 - Cruzeiro 2 x 3 Sete
02/05 - Cruzeiro 3 x 3 Villa Nova (Independência)
10/05 - Cruzeiro 0 x 1 América (Independência)
17/05 - Cruzeiro 1 x 2 Siderúrgica (Praia do Ó)
31/05 - Cruzeiro 1 x 1 Asas (Independência)
07/06 - Cruzeiro 5 x 2 Metalusina (Alencar Peixoto)
14/06 - Cruzeiro 1 x 0 Democrata-SL (Duarte de Paiva)
21/06 - Cruzeiro 0 x 5 Atlético (Lourdes)
Classificação: 1º Cam; 2º Villa Nova; 3º Siderurgica; 4º Sete; 5º America e Meridional; 7º Asas e Cruzeiro; 9º Metalusina; 10º Democrata
2º turno
09/08 - Cruzeiro 5 x 3 Meridional (Alameda)
16/08 - Cruzeiro 1 x 1 América (Independência)
30/08 - Cruzeiro 2 x 2 Atlético
17/09 - Cruzeiro 3 x 2 Democrata-SL
27/09 - Cruzeiro 0 x 1 Sete (Independência)
04/10 - Cruzeiro 1 x 2 Siderúrgica
11/10 - Cruzeiro 2 x 1 Asas (Alameda)
18/10 - Cruzeiro 2 x 4 Villa Nova (Bonfim)
01/11 - Cruzeiro 6 x 2 Metalusina
Classificação: 1º Villa Nova; 2º atletico; 3º Siderúrgica; 4º Cruzeiro; 5º Asas; 6º Sete; 7º Democrata; 8º Metalusina; 9º America; 10º Meridional

Classificação: 1º Cam (Campeão); 2º Villa Nova; 3º Siderúrgica; 4º Sete; 5º Cruzeiro; 6º America e Asas; 8º Meridional; 9º Metalusina; 10º Democrata
Artilheiro Máximo: Escurinho (Villa Nova) com 17 gols
Campeão do Campeonato de Aspirantes: Cam
Campeão do Torneio Início: Villa Nova
Campeão do Campeonato Amador (DFA): Monte Castelo

Fórmula de disputa:
Dois turnos distintos. Os vencedores de cada turno decidiam o título numa série decisiva de três jogos. Caso uma mesma equipe vencesse os dois turnos seria campeã. Sem acesso e rebaixamento, pois não havia Série B.

Critérios de participação:
Clubes profissionais filiados a FMF e inscritos no Campeonato. O Sete disputou o Campeonato como agregado

Sistema 3-5-2
Bernard, Adelino e Avelino; Licinho, Dirceu (Lazzarotti) e Bené; Raimundinho, Barra Mansa, Abelardo (Áureo), Lésio e Sabu. Técnicos: Ricardo Diez (1º turno); Colombo (6), Geraldo II (2) e Niginho (1)

Quem jogou:
Raimundinho 17
Bené 15
Sabu 14
Avelino e Bernard 13
Adelino 12
Lésio 10
Abelardo, Dirceu e Lazzarotti 9
Áureo, Licinho e Mussi 8
Barra Mansa, Edinho e Tião 7
Valter 5
Geraldo II 4
Fuca, Guerino, Ildeu, Ismael e Pampolini 3
Helton e Torres 2
Ari, Pauzinho, Tobias e Wilson 1

Quem marcou gols:
Raimundinho 12
Áureo e Lazzarotti 5
Abelardo 4
Lésio 3
Avelino, Ildeu e Sabu 2
Barra Mansa e Fuca 1

Era Independência
Após um acordo com o Sete de Setembro FC, quanto a percentagem das rendas, o Cruzeiro passou a mandar alguns jogos no estádio Independência.

Democrata no Campeonato
A inscrição do Democrata, de Sete Lagoas, foi aceita pelo conselho divisional para a disputa do Campeonato. Pela primeira vez, o Campeonato passou a ter a maioria de equipes do interior. O Democrata era filiado desde 1917, mas durante todo este período, disputou apenas as disputas das Ligas que eram formadas na região de Sete Lagoas. Assim que aderiu ao profissionalismo, pediu sua criação na "divisão extra" de profissionais.

Projeto Mineirão
A necessidade da construção de um estádio estadual para o desenvolvimento do futebol mineiro voltou a ser debatida por dirigentes e políticos (Estado de Minas, 24/01/1953)
Postar um comentário