quinta-feira, 10 de março de 2016

Campeonato Mineiro 1977

Em pé: Darci, Flamarion, Zezinho Figueroa, Nelinho, Raul, Hélio e Vanderlei; Agachados: Eduardo, Erivelto, Eli Carlos, Revetria e Kleber. 

Carlos Henrique

CAMPEONATO MINEIRO 1977

Campanha do Cruzeiro
1º turno
16/04 - Cruzeiro 5 x 1 Valério (Mineirão)
24/04 - Cruzeiro 3 x 0 Nacional (Soares de Azevedo, Muriaé)
04/05 - Cruzeiro 2 x 0 Villa Nova (Mineirão)
07/05 - Cruzeiro 1 x 0 Uberlândia (Juca Ribeiro, Uberlândia)
11/05 - Cruzeiro 3 x 0 Uberaba (Uberabão)
15/05 - Cruzeiro 2 x 0 ESAB (Praia do Ó, Sabará)
19/05 - Cruzeiro 4 x 1 Guarani (Mineirão)
22/05 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
25/05 - Cruzeiro 1 x 0 Caldense (Cristiano Osório, Poços de Caldas)
29/05 - Cruzeiro 0 x 3 Atlético (Mineirão)
Classificação do 1º turno: 1º Cam; 2º Cruzeiro; 3º Villa Nova; 4º Guarani; 5º Uberaba; 6º Valerio; 7º Caldense; 8º Esab; 9º America; 10º Uberlândia; 11º Nacional; 12º URT
2º turno
05/06 - Cruzeiro 4 x 0 URT (Mineirão)
12/06 - Cruzeiro 3 x 0 Uberaba (Mineirão)
15/06 - Cruzeiro 1 x 0 Valério (Israel Pinheiro, Itabira)
19/06 - Cruzeiro 2 x 0 Nacional (Mineirão)
22/06 - Cruzeiro 3 x 0 URT (Mangueirão, Patos de Minas)
26/06 - Cruzeiro 2 x 0 Villa Nova (Bonfim, Nova Lima)
29/06 - Cruzeiro 2 x 0 ESAB (Mineirão)
06/07 - Cruzeiro 2 x 1 Caldense (Mineirão)
09/07 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
03/08 - Cruzeiro 3 x 0 Guarani (Farião, Divinópolis)
07/08 - Cruzeiro 0 x 0 Atlético (Mineirão)
10/08 - Cruzeiro 0 x 0 Uberlândia (Mineirão)
Classificação do 2º turno: 1º Cruzeiro; 2º atletico; 3º America; 4º Caldense; 5º Valerio; 6º Uberaba; 7º Villa Nova; 8º Uberlândia; 9º URT; 10º Esab; 11º Guarani; 12º Nacional
Decisão
25/09 - Cruzeiro 0 x 1 Atlético
02/10 - Cruzeiro 3 x 2 Atlético
09/10 - Cruzeiro 3 x 1 Atlético

Classificação Geral: 1º Cruzeiro (campeão); 2º atletico; 3º America; 4º Villa Nova; 5º Valerio; 6º Caldense; 7º Uberaba; 8º Guarani; 9º Uberlandia; 10º Esab; 11º URT; 12º Nacional de Muriaé
*Cruzeiro e atletico classificados para o Campeonato Brasileiro de 1978, como campeão e vicecampeão mineiro de 1977.
Artilheiro Máximo: Eli Carlos (Cruzeiro) com 17 gols

Fórmula de disputa
Campeonato dividido em dois turnos distintos. Os vencedores de cada turno disputaram uma série de jogos decisivos pelo título.

Critérios de participação:
As 8 equipes classificadas no torneio incentivo de 1976, mais América, Atlético, Cruzeiro e Uberaba, que estavam disputando o Campeonato Brasileiro de 1976.

Sistema 4-2-4
Raul, Nelinho, Moraes (Zezinho Figueroa), Darci (Ozires) e Vanderlei; Zé Carlos e Eduardo; Eli Mendes (Flamarion), Neca (Erivelto), Eli Carlos e Joãozinho. Técnicos: Zezé Moreira (11), Lacerda (3) e Yustrich (11)

Quem jogou
Eduardo, Nelinho e Raul 24
Vanderlei e Zé Carlos 23
Eli Carlos 22
Eli Mendes e Joãozinho 20
Neca 17
Darci e Moras 15
Flamarion 14
Erivelto, Ozires e Zezinho Figueroa 13
Livio 12
Valdo 10
Revetria 7
Kleber, Mariano e Tião Marçal 3
Helio, Jarbas, Piazza e Vanderlay 1

Quem marcou gols:
Eli Carlos 17
Neca 10
Joãozinho, Nelinho e Revetria 5
Eli Mendes 3
Livio 2
Eduardo e Ozires 1

Torneio Eliminatório
Na reunião do Conselho Divisional de 26 de agosto de 1976 ficou decidido a realização de um torneio eliminatório para apontar 8 classificados para o Campeonato Mineiro de 1977. Como America, Atletico, Cruzeiro e Uberaba estavam disputando o Campeonato Brasileiro no período da disputa do Eliminatório, os quatro foram classificados automaticamente para a disputa do Campeonato Mineiro de 1977.

Rebaixados para a Divisão de Acesso
Por não terem comparecido ao divisional, em 26 de agosto de 1976, Arsenal, Treze de Maio, União Tijucana, Democrata de Valadares e Cassimiro de Abreu foram rebaixados para a Divisão de Acesso de 1977. Tupi e Sport, ambos de Juiz de Fora, não disputaram o Eliminatório e também foram rebaixados.

Torneio Incentivo
O Torneio Eliminatório passou a chamar-se Torneio Incentivo e teve 15 participantes: Araguari, Araxá, Atlético TC, Caldense, ESAB, Esportiva, Fluminense, Guarani, Nacional-M, Nacional-U, Sete, Uberlândia, URT, Valério, Villa Nova. Foi disputado entre setembro e dezembro de 1976 na fórmula de turno e returno. O sistema de classificação foi o de pontos corridos. Os classificados pela ordem foram: Villa Nova, Caldense, Valério, Guarani, Uberlândia, Nacional de Muriaé, Esab e URT.

Campeão na prorrogação
Como vencedor do 2º turno, o Cruzeiro disputou o título do Campeonato Mineiro contra o atlético, que foi o primeiro colocado do 1º turno. Foi a segunda conquista estadual no tempo da prorrogação. Os dois gols decisivos da vitória por 3 a 1, no terceiro jogo, foram marcados na prorrogação por Lívio e Joãozinho. O atacante uruguaio Revetria foi o primeiro estrangeiro a decidir uma conquista de título para o Cruzeiro. Ele marcou os três gols da vitória por 3 a 2, no segundo jogo, e o primeiro gol, no tempo normal, do terceiro jogo. Foi também o primeiro título do Cruzeiro conquistado no sistema de turnos distintos.

Decacampeão do Mineirão
O título estadual de 1977 foi o décimo do Cruzeiro na era Mineirão. Foi o 10º título em 12 disputados na Pampulha.
Postar um comentário