quarta-feira, 2 de março de 2016

LUIZINHO

Carlos Henrique

22/10/1958 Luiz Carlos Ferreira, nasce em Nova Lima, MG.

14/06/1982 Como atleta do Cam, Luizinho estreia no Mundial, na vitória por 2 a 1 da Seleção Brasileira sobre a União Soviética, em Sevilla, na Espanha. O zagueiro foi titular em todos os jogos daquela Copa do Mundo.

06/08/1992 O zagueiro de 33 anos chega ao Cruzeiro para reforçar a equipe na diputa da Supercopa. O jogador veio do Sporting de Portugal, onde atuou por três temporadas. Havia recebido uma proposta para retornar ao atlético, mas preferiu vir jogar pelo Cruzeiro.

09/08/1992 Estreia com a camisa estrelada no amistoso contra o Flamengo, no Mineirão, que terminou empatado em 0 a 0.

13/08/1992 Primeiro jogo oficial pelo Cruzeiro na vitória por 2 a 1 sobre o Uberaba, no Independência, pelo Campeonato Mineiro.

28/10/1992 Leva o primeiro cartão vermelho na derrota por 2 a 0 para o River Plate, pelas quartas de final da Supercopa, no Monumental de Nunez, em Buenos Aires. Quando Luizinho se preparava para cobrar um tiro de meta, o árbitro chileno Enríque Marín o expulsou de campo, aos 80 minutos de jogo, por entender que o zagueiro estava retardando a cobrança. Foi uma das arbitragens mais desastrosas da história da Supercopa.

25/11/1992 Conquista o primeiro título pelo Cruzeiro. Após a derrota por 1 a 0 para o Racing, em Avellaneda, na Argentina, Luizinho sagra-se campeão da Supercopa de 1992 - o primeiro título internacional de sua carreira. O Cruzeiro chegou a conquista após golear o Racing por 4 a 0, no primeiro jogo da decisão, no Mineirão, em 18 de novembro.

06/12/1992 Marca o primeiro gol com a camisa azul. Foi o primeiro da vitória por 2 a 0 sobre o Rio Branco de Andradas, pelo Campeonato Mineiro, no Parque do Azulão.

20/11/1992 Conquista o segundo título pelo Cruzeiro. Com a vitória por 2 a 0 sobre o America, no Mineirão, Luizinho sagra-se campeão mineiro de 1992 - o primeiro título estadual invicto de sua carreira. O Cruzeiro já havia vencido o primeiro jogo da decisão por 3 a 2, em 13 de dezembro, no Mineirão.

30/05/1993 Levou o terceiro cartão amarelo na primeira partida decisiva da Copa do Brasil, contra o Grêmio, no Olímpico, em Porto Alegre, que terminou empatada sem gols. O árbitro da Federação Mineira, Marcio Rezende de Freitas, se equivocou ao punir o zagueiro com o cartão amarelo, numa falta que foi cometida pelo volante Rogério Lage.

03/06/1993 Conquista o terceiro título pelo Cruzeiro. Com a vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, no Mineirão, Luizinho sagra-se campeão da Copa do Brasil. Foi o primeiro título nacional de sua carreira. Por cumprir suspensão automática, Luizinho assitiu a conquista fora de campo.

29/09/1993 Deixa o campo com o joelho direito lesionado, na decisão da Recopa, no Mineirão, contra o São Paulo. É substituído por Célio Lúcio. O Cruzeiro foi derrotado na disputa de tiros livres, após empate sem gols no tempo normal.

31/09/1993 É submetido a uma artroscopia interna no joelho direito e o tempo de recuperação o afasta do restante da temporada.

11/05/1994 Conquista o quarto título pelo Cruzeiro. Com a vitória por 5 a 3 sobre a Caldense, no Ronaldão, em Poços de Caldas, Luizinho sagra-se campeão mineiro de 1994. Foi o segundo título estadual com a camisa estrelada e o segundo invicto.

09/11/1994 Disputa seu último jogo pelo Cruzeiro na derrota por 1 a 0 para o Criciúma, no Majestoso, em Cricíuma, pelo Campeonato Brasileiro. Foram 110 jogos e 1 gol com a camisa cruzeirense.

17/01/1995 Preterido pelo técnico Antônio Lopes não aceitou a reserva nos treinos da pré-temporada, em Lagoa da Prata. Pediu sua dispensa ao treinador e se desligou do clube, quando ainda restavam cinco meses para encerrar o contrato. O Cruzeiro não pediu a devolução de parte das luvas que havia pago ao jogador em troca do não pagamento dos salários restantes.

*Série: Jogadores do Mundial que Jogaram pelo Cruzeiro
Postar um comentário