sexta-feira, 27 de maio de 2016

MULLER

Carlos Henrique

31/01/1966 Luís Antônio Correia da Costa, o Muller, nasce em Campo Grande, MS.

01/06/1986 Como atleta do São Paulo, Muller estreia no Mundial, na vitória por 1 a 0 sobre a Seleção da Espanha, em Guadalajara, no México. Ele substituiu Casagrande no decorrer do jogo. Participou de todos os 5 jogos da campanha. Voltou a disputar a Copa em 1990, na Itália, desta vez, como titular em todos os 4 jogos da campanha e marcou dois gols. Participou da campanha do título mundial de 1994, nos Estados Unidos, como reserva.

26/06/1998 Aos 32 anos, Muller é anunciado como um dos reforços do Cruzeiro para a disputa do Campeonato Brasileiro, junto com o meia Valdo. Os direitos econômicos do atacante, junto ao Santos, custaram R$ 3,5 milhões. Muller assinou contrato de quatro anos e a empresa parceira do Cruzeiro, Energil C, arcaria com a metade dos salários.

29/06/1998 É apresentado oficialmente na sede do Barro Preto e revelou que a diferença das propostas do Cruzeiro e do Santos foram determinantes para a sua transferência. Seu contrato com o Santos terminaria no final de 1999 em que se tornaria dono dos próprios direitos.

19/07/1998 Estreia com a camisa cruzeirense na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo, em jogo amistoso, em Pouso Alegre.

26/07/1998 Faz seu primeiro jogo oficial pelo Cruzeiro no empate em 1 a 1, contra o atlético, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro.

02/08/1998 Marca o seu primeiro gol com a camisa azul na derrota por 2 a 1 para o Santos, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

07/08/1998 Primeira contusão muscular na temporada deixa o atacante de fora de três jogos consecutivos pelo Campeonato Brasileiro. Foi a primeira de uma série de contusões.

09/09/1998 Leva o primeiro cartão vermelho no empate em 1 a 1 contra o Flamengo, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro.

09/12/1998 Com a vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa, no Canindé, o Cruzeiro se classifica para a final do Campeonato Brasileiro, após 23 anos, com Muller sendo um dos destaques da competição.

19/12/1998 Investe R$ 200 mil na compra dos direitos econômicos do companheiro de time, Vagner. Havia pago R$ 415 mil, em outubro, por parte dos direitos. "Estava precisando de dinheiro, e como o Muller é meu amigo há muitos anos, ele tem me ajudado", revelou o volante de 24 anos. Os dois se conheceram no São Paulo, quando Vagner era do Sub-20. Muller descartou ser empresário. "Nasci para jogar, não para ficar discutindo contrato."

04/04/1999 Conquista o título da Copa dos Campeões Mineiros com a goleada por 5 a 1 sobre o atlético, no Mineirão. Foi o primeiro caneco como jogador do Cruzeiro.

08/04/1999 É consagrado pastor da igreja pentecostal Portas Abertas em Belo Horizonte. "Estou cansado da rotina do futebol. Tenho mais dois anos de contrato com o Cruzeiro, depois eu paro. Vou ser pastor, pois meu destino é pregar", declarou a revista Istoé. O líder do templo, Alexandre Ribeiro, revelou que o jogador pagou a troca do piso de cimento do templo por um de granito, que custou R$ 16 mil.

12/05/1999 Com o empate sem gols contra o Vila Nova-GO, em Goiânia, o Cruzeiro conquista a Copa Centro-Oeste. Lesionado, Muller não participou do jogo. Foi o segundo título com a camisa cruzeirense.

23/09/1999 Cruzeiro goleia o River Plate por 3 a 0, em Buenos Aires, e conquista a Recopa de 1998. Lesionado, Muller não jogou. Foi destaque do primeiro jogo, em 3 de agosto, no Mineirão, ao marcar o primeiro gol da vitória por 2 a 0.

09/07/2000 Conquista o quarto título pelo Cruzeiro. Com a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, no Mineirão, o Cruzeiro conquista a Copa do Brasil de forma invicta. Muller entrou aos 65’ de jogo. Foi dele o passe para o gol de Fábio Júnior aos 79’. Ele também orientou o atacante Geovanni na cobrança de falta, que resultou no gol do título, no último minuto do jogo.

01/09/2000 É emprestado ao Corinthians, até o final do ano, sem custos. O jogador vinha sofrendo seguidas contusões musculares. Desde a chegada de Felipão havia disputado apenas 3 dos 9 jogos sob o comando do treinador.

06/11/2000 Com a eliminação precoce do Campeonato Brasileiro, Muller é devolvido ao Cruzeiro. No time paulista, o atacante seguiu sofrendo consecutivas lesões musculares. Disputou apenas 6 jogos e marcou um gol.

02/01/2001 Muller inaugura a igreja pentecostal vida com deus, no bairro dona clara, em Belo Horizonte, num terreno de 470 metros quadrados. Declarou a revista placar, em maio de 2000, que assim que encerrasse o contrato com o Cruzeiro em 2002, se dedicaria exclusivamente a igreja.

17/01/2001 Faz a sua reestreia com a camisa do Cruzeiro na vitória por 2 a 0 sobre o Internacional, no Beira-Rio, pela Copa Sul Minas.

31/03/2001 Disputa o seu último jogo pelo Cruzeiro na derrota por 1 a 0 para o Uberlândia, no Parque do Sabiá, pelo Campeonato Mineiro. Ao todo disputou 121 jogos e marcou 24 gols.

21/03/2001 Com a vitória por 3 a 0 sobre o Coritiba, no Mineirão, o Cruzeiro conquista o título invicto da Copa Sul Minas. Foi o quinto e último título de Muller com a camisa do Cruzeiro. O atacante disputou quatro jogos da primeira fase.

04/04/2001 Seu contrato, que terminaria no dia 24 de junho de 2002, é rescindido pelo clube. Em 21 jogos na temporada, Müller participou de apenas cinco. “Entendemos que ele está rendendo pouco para o que ganha", justificou o vice-presidente Alvimar de Oliveira Costa. Muller recebia salários de R$ 120 mil. Reivindicou R$ 1,5 milhão para assinar a rescisão, mas aceitou a proposta do superintendente jurídico, Gilvan Pinho Tavares, de receber R$ 660 mil.

*Série: Jogadores do Mundial que Jogaram pelo Cruzeiro
Postar um comentário