quarta-feira, 25 de maio de 2016

RIVALDO

Rivaldo comemora com o capitão Alex um dos gols que marcou em Patos de Minas, na goleada por 7 a 1 sobre o Mamoré

Carlos Henrique

19/04/1972 Rivaldo Vítor Borba Ferreira nasce em Paulista, PE.

10/06/1998 Como atleta do Barcelona, Rivaldo estreia no Mundial, na vitória por 2 a 1 sobre a Escócia, em Saint-Denis, na França. Ele foi titular nos 7 jogos da campanha do vicecampeonato e marcou três gols. Ele se tornaria titular, novamente, em todos os 7 jogos da campanha do pentacampeonato mundial da Seleção Brasileira, em 2002, na Coréia/Japão, quando marcou 5 gols.

03/01/2004 Num encontro com o amigo, Vanderlei Luxemburgo, no Rio de Janeiro, Rivaldo aceitou o convite do treinador para jogar no Cruzeiro. Ele havia rescindido contrato com o Milan, da Itália, onde estava insatisfeito com a reserva. Em um ano e meio no clube italiano, o camisa 10 não conseguiu repetir as grandes atuações que o consagraram como ídolo no La Coruña e no Barcelona.

04/01/2004 O procurador de Rivaldo, Carlos Arine, acertou com a diretoria cruzeirense um contrato de empréstimo de um ano e salários de R$ 180 mil mensais, sendo R$ 100 mil pagos pela empresa parceira do Cruzeiro, a Energil C. Uma cláusula previa a liberação do jogador para a Europa no meio do ano, caso surgisse uma proposta. No entanto, a vontade do jogador era permanecer no Brasil e cumprir o contrato até o final.

08/01/2004 O meia de 31 anos é apresentado oficialmente na Toca da Raposa II. Rivaldo explicou que preferiu o acerto com o Cruzeiro para voltar a jogar com o treinador Vanderlei Luxemburgo e disputar a Libertadores - título que faltava na carreira. Ele abriu mão de ofertas mais vantajosas, como a do Botafogo, que havia lhe oferecido um salário três vezes maior, além de outra de empresários árabes que queriam levá-lo para o Al-Ittihad por US$ 4 milhões anuais. O Al-Ittihad inclusive ofereceu US$ 1 milhão para que o Cruzeiro abrisse mão do contrato com o craque.

21/01/2004 Participa de um jogo treino contra a Cabofriense, em Cabo Frio.

24/01/2004 Faz a sua estreia oficial na derrota por 1 a 0 para o Valerio, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro. O gol do time de Itabira surgiu numa cobrança de falta do lateral Samis, que desviou nas costas de Rivaldo.

17/02/2004 No empate em 1 a 1 com o Santos Laguna, do México, no Mineirão, pela Taça Libertadores, admitiu ter feito o pior jogo pelo clube. Com Alex em grande fase, o treinador Vanderlei Luxemburgo adaptou Rivaldo no ataque e o jogador admitiu dificuldades em jogar na posição.

21/02/2004 Marcou o seu primeiro gol com a camisa do Cruzeiro. Foi o primeiro da goleada por 7 a 1 sobre o Mamoré, em Patos de Minas, pelo Campeonato Mineiro. Ele voltaria a balançar as redes marcando o quarto gol. Seriam os únicos gols com a camisa cruzeirense.

28/02/2004 Rescindiu contrato, um dia após o pedido de demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo. Foram apenas 10 jogos e 2 gols com a camisa estrelada.

18/04/2004 Sagrou-se campeão mineiro, após o Cruzeiro ter superado o atlético nas finais, no Mineirão. Como participou de sete partidas da primeira fase, Rivaldo sagrou-se campeão mesmo 40 dias após ter deixando o clube.

*Série: Jogadores do Mundial que Jogaram pelo Cruzeiro
Postar um comentário