segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Campeonato Mineiro 1989

O meiocampista Paulo Isidoro disputou 28 dos 29 jogos do Cruzeiro 
no Campeonato Mineiro de 1989

Por Carlos Henrique

Primeira fase
04/03 - Cruzeiro 2 x 0 Nacional (Mineirão)
12/03 - Cruzeiro 0 x 1 Flamengo (Melão, Varginha)
16/03 - Cruzeiro 1 x 0 Esportivo (Horto)
19/03 - Cruzeiro 2 x 1 Rio Branco (Mineirão)
23/03 - Cruzeiro 0 x 0 Uberlândia (Parque do Sabiá)
26/03 - Cruzeiro 2 x 2 Uberaba (Uberabão)
01/04 - Cruzeiro 2 x 0 Caldense (Horto)
12/04 - Cruzeiro 1 x 1 Democrata-SL (Mineirão)
16/04 - Cruzeiro 0 x 0 Tupi (Salles Oliveira, Juiz de Fora)
19/04 - Cruzeiro 5 x 0 Fabril (Mineirão)
23/04 - Cruzeiro 1 x 0 Atlético (Mineirão)
26/04 - Cruzeiro 3 x 1 Villa Nova (Mineirão)
30/04 - Cruzeiro 2 x 1 América (Mineirão)
03/05 - Cruzeiro 1 x 1 Valério (Itabira)
24/05 - Cruzeiro 2 x 0 Pouso Alegre (Lema, Pouso Alegre)
Classificação (Chave A): 1o C.a.m., 2o Tupi, 3o Democrata-SL, 4o America, 5o Pouso Alegre, 6o Valerio, 7o Villa Nova, 8o Fabril
Classificação (Chave B): 1o Cruzeiro, 2o Uberlândia, 3o Rio Branco, 4o Esportivo, 5o Flamengo, 6o Caldense, 7o Uberaba, 8o Nacional

Fase Final
13/05 - Cruzeiro 0 x 0 Esportivo (Mineirão)
21/05 - Cruzeiro 1 x 0 Democrata-SL (Mineirão)
28/05 - Cruzeiro 0 x 0 Uberlândia (Mineirão)
31/05 - Cruzeiro 3 x 0 Tupi (Salles Oliveira, Juiz de Fora)
04/06 - Cruzeiro 0 x 0 Rio Branco (Parque do Azulão, Andradas)
11/06 - Cruzeiro 0 x 1 Atlético (Mineirão)
18/06 - Cruzeiro 6 x 2 Esportivo (Starling Soares, Passos)
21/06 - Cruzeiro 2 x 0 Democrata (Duarte de Paiva, Sete Lagoas)
25/06 - Cruzeiro 3 x 2 América (Mineirão)
28/06 - Cruzeiro 0 x 1 Uberlândia (Parque do Sabiá)
02/07 - Cruzeiro 4 x 0 Tupi (Horto)
05/07 - Cruzeiro 3 x 0 Rio Branco (Horto)
09/07 - Cruzeiro 0 x 3 Atlético (Mineirão)
15/07 - Cruzeiro 1 x 0 América (Horto)
Classificação Final: *1o C.a.m., *2o Cruzeiro, 3o America, 4o Uberlândia, 5o Esportivo, 6o Tupi, 7o Democrata-SL, 8o Rio Branco, 9o Pouso Alegre, 10o Flamengo, 11o Valerio, 12o Caldense, 13o Villa Nova, 14o Uberaba, 15o Nacional, 16o Fabril
*Atlético e Cruzeiro classificados para a Copa do Brasil de 1990
Artilheiro Máximo: Gérson (C.a.m.) com 14 gols

Critérios de Participação
O Campeonato de 1989 foi disputado por 16 clubes. O Flamengo e o Pouso Alegre, campeão e vice da 2ª divisão de 1988, respectivamente, substituíram o Minas e o Sport, que foram rebaixados em 1988.

Sistema de disputa
Dividido em duas fases distintas. Os clubes se enfrentaram em turno único e foram divididos na tabela de classificação em duas chaves (A e B). Os quatro primeiros de cada chave se classificaram para uma Fase Final e se enfrentaram em turno e returno. O primeiro colocado da fase final sagrou-se campeão.

Democrata x Pouso Alegre
O Pouso Alegre pediu a anulação do jogo contra o Atlético TC, pela última rodada da fase final do Campeonato Mineiro da 2a Divisão de 1988, em que perdeu por 1 a 0. Dentre outras irregularidades, alegou que o jogo havia sido encerrado antes do tempo regulamentar. O recurso foi parar no STJD que determinou que a FMF marcasse um novo jogo. Até então, a tabela apontava o Flamengo de Varginha e Democrata de Valadares como campeão e vice da Segundona de 1988 e, desta forma, ambos ganharam o direito ao acesso à primeira divisão de 1989. Com a decisão do STJD, o presidente da FMF, Elmer Guilherme, cancelou o jogo de estreia do Democrata pela 1a Divisão de 1989, mas o time de Valadares recorreu à Justiça Comum e disputou o Campeonato amparado por uma liminar.

O Atlético TC não compareceu a Alfenas (campo neutro) para enfrentar o Pouso Alegre no jogo remarcado pela FMF. O tricordiano alegou que apenas seis atletas regularmente inscritos na segundona de 1988, ainda permaneciam no clube e a lei exigia no mínimo 8. O árbitro do jogo remarcado, José Chéu da Silva, enviou a ocorrência para o TJD analisar o caso. O Pouso Alegre ganhou os dois pontos do jogo em decisão do TJD, de 27 de abril. Assim, o Pouso Alegre superou o Democrata na pontuação final e tornou-se o vice-campeão da 2a divisão de 1988 obtendo o acesso à 1a divisão de 1989. Como a primeira fase do Estadual de 1989 já estava chegando ao final, o Pouso Alegre foi obrigado a cumprir todos os jogos da fase em um mês, o que levou a FMF a pedir uma licença especial à CBF para prolongar o Campeonato até o dia 15 de junho.

America x Democrata
O Democrata havia encerrado a 1a fase na 4a colocação da chave A. O America, que estava eliminado, por ter se classificado na 5a posição, protelou a vaga do Democrata. Em 7 de junho, a Justiça Comum determinou a exclusão definitiva do Democrata do Campeonato e a inclusão do América na fase final.

Virada de mesa beneficia Fabril e Flamengo
O Fabril e o Flamengo deveriam ter sido rebaixados por terem sido os dois últimos colocados na tabela, mas com a exclusão do Democrata e a inclusão do Pouso Alegre no final da primeira fase, que provocou uma paralisação da disputa, os clubes decidiram na reunião do arbitral, em 4 de maio, cancelar o rebaixamento.

Sistema 4-3-3:
Pereira (Wellington), Balu, Gilson Jader, Gilmar Francisco (Adilson), Gilson; Ademir, Paulo Isidoro, Heriberto (Betinho); Silva (Edemilson), Hamilton, Édson. Técnicos: João Francisco (18), Carlos Alberto Silva (4), Lacerda (5) e Ênio Andrade (2)

Quem marcou gols
Jogos
Atleta
28
Paulo Isidro
25
Hamilton
24
Silva
23
Heriberto
22
Gilson, Gilson Jader
19
Balu, Edemilson, Édson, Gilmar Francisco
18
Ademir, Adilson
17
Pereira
14
Betinho
13
Geraldinho
12
Wellington
11
Careca
10
Genilson, Robson
9
Peu
8
Dinho
7
Jerry
6
Andrade
4
Daniel
3
Zelão
2
Paulão, Roberto Carlos
1
Ramon

Quem marcou gols
Gols
Atleta
9
Hamilton
8
Silva
7
Betinho
4
Gilson Jader
3
Adilson, Edemilson, Édson
2
Daniel
1
Ademir, Andrade, Genilson, Geraldinho, Paulo Isidoro, Peu, Robson
-
Beca (Fabril) – 1 gol contra



Postar um comentário