sábado, 28 de janeiro de 2017

Cruzeiro rebaixou o Villa em 1985 e FMF virou a mesa pra manter o Leão na elite


O meia Tostão foi um dos destaques do time do Cruzeiro 
no Campeonato Mineiro de 1985

Por Carlos Henrique

O Cruzeiro já “rebaixou” o Villa Nova para a segunda divisão do Estadual. Este momento marcante do confronto aconteceu pela última rodada, da primeira fase, do segundo turno, do Campeonato Mineiro de 1985. O time do Bonfim precisava de uma vitória, no Mineirão, para evitar a queda, mas não passou de um empate em 1 a 1 e estacionou nos mesmos 19 pontos dos concorrentes Guarani, XV de Novembro e Nacional de Uberaba. Por ter tido um saldo de vitórias menor que os demais, amargou a última colocação na tabela entre os 14 participantes. O regulamento previa o rebaixamento dos dois últimos colocados, mas no ano seguinte, os dirigentes vila-novenses manobraram uma “virada de mesa”, junto a Federação Mineira, para evitar o descenso. A solução foi aumentar de 14 para 16 o número de participantes do Estadual de 1986. Assim, o campeão e o vice da segundona de 1985, Esportivo de Passos e Caldense, foram promovidos e os dois últimos colocados do Estadual de 1985, Guarani de Divinópolis e Villa Nova, mantidos na divisão de elite.

CRUZEIRO 1 x 1 VILLA NOVA
10/11/1985 (Dom-18h) - Campeonato Mineiro - Mineirão (Belo Horizonte, MG)
Ingressos: 5.638 (Cr$ 43.639.500,)
Arbitragem: Maurílio Santiago (Geraldo Silveira e Édson Campos)
Gols: Nenê (falta) 13’ (1-0), Celso 45’ (1-1)
Cruzeiro: Ademir Maria; Nenê, Eugênio, Aílton e Ademar; Douglas, Givaldo e Quirino (Eduardo/46’); Carlinhos, Zé Luiz e Robson. T: Moraes
Villa Nova: Júlio César; Cléber, Zé Eduardo, Paulo Roberto e Emerson; Alex Caloi (Alcides/31’), Celso e Ernane; Felipe, Nilson e Élton (Adilson/75’). T: Luiz Alberto
Postar um comentário