domingo, 29 de janeiro de 2017

Nelinho superou a marca de Tostão em jogo contra o Villa Nova pelo Campeonato Mineiro de 1976



Por Carlos Henrique

O lateral direito Nelinho foi um dos maiores cobradores de falta do futebol mundial. Pelo Cruzeiro foram 43 gols, sendo muitos deles decisivos para o time estrelado. Antes de sua chegada ao Cruzeiro em 1973, o maior cobrador de faltas do clube havia sido o atacante Tostão com 22 gols. Um destes foi na vitória por 3 a 2 sobre o Santos, no Pacaembu, na decisão do Campeonato Brasileiro de 1966. Tostão foi negociado ao Vasco em maio de 1972, portanto, nunca jogou ao lado de Nelinho. Em 17 de junho de 1976, o lateral fechou a goleada por 5 a 2, sobre o Villa Nova, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro, com um gol em cobrança de falta, aos 89 minutos de jogo. Era o seu 23o gol de falta pelo Cruzeiro, que superaria a marca de Tostão. Como naquela época, não existia este tipo de levantamento estatístico, tanto jogadores, quanto diretoria e imprensa esportiva e o próprio Nelinho, não tiveram conhecimento do feito. Foi por meio de pesquisas que fiz das coberturas dos jogos do Cruzeiro nos jornais é que pude levantar estes dados anotando as características dos gols (falta, pênalti, escanteio direto). Assim constatei que Nelinho foi e ainda é o maior artilheiro em cobranças de faltas da história do Cruzeiro. Publiquei a informação nas duas edições do Almanaque do Cruzeiro lançadas em 2007 e 2014. 

GOLS DE FALTA DE TOSTÃO

GOLS DE FALTA DE NELINHO

Jogos
Gols
Jogos
Gols
21/11/65 – 4 x 2 Uberaba
1
11/02/73 – 1 x 2 América
1
04/09/66 – 6 x 3 Uberaba
1
18/02/73 – 3 x 0 União Tijucana
1
11/09/66 – 5 x 1 América
1
21/10/73 – 2 x 1 América-RJ
1
30/10/66 – 6 x 3 Villa Nova
1
09/12/73 – 3 x 0 Figueirense
1
07/12/66 – 3 x 2 Santos
1
23/01/74 – 1 x 1 Botafogo
1
22/01/67 – 3 x 2 Palmeiras
1
30/01/74 – 1 x 1 Grêmio
1
12/02/67 – 5 x 0 Goiânia
2
17/07/74 – 1 x 0 Bahia
1
12/03/67 – 3 x 1 Fluminense
1
29/09/74 – 1 x 0 Atlético
1
22/03/67 – 1 x 1 Vasco
1
02/10/74 – 4 x 0 Nacional de Muriaé
1
02/04/67 – 2 x 3 Palmeiras
1
23/02/75 – 3 x 2 Vasco
1
05/10/67 – 4 x 0 Uberaba
2
23/05/75 – 2 x 0 Independiente
1
19/04/68 – 4 x 0 Usipa
1
09/08/75 – 3 x 0 Stoke City
1
31/07/68 – 2 x 0 Uberaba
1
27/08/75 – 1 x 0 Coritiba
1
15/08/68 – 3 x 0 Independente
1
07/09/75 – 2 x 2 Atlético
1
30/11/68 – 1 x 2 Internacional
1
14/09/75 – 2 x 0 Palmeiras
1
22/02/69 – 5 x 0 Tupi
1
26/10/75 – 1 x 0 Figueirense
1
30/03/69 – 3 x 0 Araxá
2
01/02/76 – 4 x 1 Caldense
2
21/09/69 – 1 x 1 Portuguesa
1
04/02/76 – 2 x 1 América
1
27/09/70 – 1 x 1 Santos
1
14/03/76 – 3 x 1 Luqueño
1
-
-
04/05/76 – 2 x 0 Nacional de Muriaé
1
-
-
27/05/76 – 3 x 2 Valério
1
-
-
17/06/76 – 5 x 2 Villa Nova
1
-
-
21/07/76 – 4 x 1 River Plate
1
-
-
14/08/76 – 2 x 0 PSV Eindhoven
1
-
-
16/04/77 – 5 x 1 Valério
1
-
-
22/06/77 – 3 x 0 URT
2
-
-
29/06/77 – 2 x 0 ESAB
1
-
-
11/09/77 – 1 x 0 Boca Juniors
1
-
-
04/12/77 – 1 x 3 Flamengo
1
-
-
12/02/78 – 2 x 2 Bahia
1
-
-
10/05/78 – 1 x 2 Náutico
1
-
-
01/05/79 – 3 x 0 Uberlândia
1
-
-
13/06/79 – 4 x 1 Democrata-GV
1
-
-
05/09/79 – 1 x 0 América
1
-
-
12/03/80 – 3 x 0 Portuguesa
1
-
-
16/03/80 – 1 x 3 Corinthians
1
-
-
13/04/80 – 3 x 0 Botafogo-PB
1
-
-
17/08/80 – 2 x 0 Seleção do México
1
-
-
24/09/81 – 1 x 1 Democrata-GV
1
-
-
05/11/81 – 4 x 2 Villa Nova
1
-
-
25/11/81 – 3 x 0 Caldense
1

Postar um comentário