segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Campeonato Mineiro 1991

Time cruzeirense que disputou o Estadual de 1991: Ademir, Nonato, Paulão, Adilson, Célio Gaúcho, Paulo César, Luís Inarra (preparador físico), Mario Tilico, Boiadeiro, Charles, Luiz Fernando, Marquinhos, Teotônio (comisão técnica). 

Carlos Henrique

Primeira Fase
04/08 - Cruzeiro 1 x 0 Rio Branco (Mineirão)
11/08 - Cruzeiro 1 x 0 Uberlândia (Parque do Sabiá)
18/08 - Cruzeiro 0 x 0 Patrocinense (Júlio Aguiar, Patrocínio)
25/08 - Cruzeiro 3 x 0 Uberaba (Mineirão)
01/09 - Cruzeiro 2 x 0 Caldense (Mineirão)
04/09 - Cruzeiro 2 x 1 Fabril (ESAL, Lavras)
08/09 - Cruzeiro 0 x 0 Araxá (Mineirão)
15/09 - Cruzeiro 1 x 1 Rio Branco (Parque do Azulão, Andradas)
22/09 - Cruzeiro 2 x 0 Uberlândia (Mineirão)
25/09 - Cruzeiro 0 x 0 Caldense (Ronaldão, Poços de Caldas)
29/09 - Cruzeiro 1 x 0 Patrocinense (Mineirão)
13/10 - Cruzeiro 3 x 0 Fabril (Mineirão)
20/10 - Cruzeiro 1 x 0 Araxá (Farião, Divinópolis)
25/10 - Cruzeiro 1 x 0 Uberaba (Uberabão)
Classificação da 1a fase: 1o Cruzeiro; 2o C.a.m.; 3o Esportivo; 4o Rio Branco; 5o América; 6o Democrata; 7o Valerio; 8o Ipiranga; 9o Tupi; 10o Associação Paraisense; 11o Araxá; 12o Patrocinense; 13o Juventus; 14o Nacional de Uberaba; 15o Trespontano AC; 16o Fabril; 17o Democrata-SL; 18o Caldense; 19o Uberlândia; 20o Uberaba; 21o Villa Nova; 22o Pouso Alegre; 23o Flamengo; 24o Ribeiro Junqueira

Turno Final
27/10 - Cruzeiro 2 x 0 Democrata-GV (Mineirão)
03/11 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
17/11 - Cruzeiro 3 x 1 Esportivo (Horto)
24/11 - Cruzeiro 0 x 2 Atlético (Mineirão)
27/11 - Cruzeiro 1 x 2 Democrata (Mamudão, Gov. Valadares)
01/12 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
04/12 - Cruzeiro 2 x 1 Rio Branco (Parque do Azulão, Andradas)
08/12 - Cruzeiro 1 x 1 Esportivo (Starling Soares, Passos)
11/12 - Cruzeiro 1 x 0 Rio Branco (Horto)
15/12 - Cruzeiro 0 x 1 Atlético (Mineirão)
Classificação Final: 1o C.a.m. (Campeão)*; 2o Democrata**; 3o Cruzeiro; 4o América; 5o Rio Branco; 6o Esportivo; 7o Ipiranga; 8o Associação Paraisense; 9o Valerio; 10o Tupi; 11o Araxá; 12o Caldense; 13o Juventus; 14o Patrocinense; 15o Uberaba; 16o Democrata-SL; 17o TAC; 18o Uberlândia; 19o Villa Nova; 20o Flamengo; 21o Nacional de Uberaba; 22o Pouso Alegre; 23o Fabril***; 24o Ribeiro Junqueira***
*classificado para a Copa do Brasil
**campeão do interior mineiro de 1991 / classificado para a Copa do Brasil
***rebaixados para a 2ª divisão
Artilheiro Máximo: Gilmar Estevam (Democrata GV) com 14 gols

Critérios de Participação
O Campeonato de 1991 foi disputado por 24 clubes, sendo os 18 que disputaram o Campeonato de 1990, mais 6 clubes: Araxá, Democrata-GV, Ipiranga, Patrocinense, Ribeiro Junqueira e o Trespontano. O Democrata foi incluído por interferência do presidente da FIFA, João Havelange e, por ter a Federação Mineira, reconhecido o seu erro quanto ao episódio das finais do Módulo II em 1989. O Democrata não disputou o Módulo II em 1990.

Sistema de disputa:
O campeonato foi dividido em duas fases. Na primeira primeira os 24 clubes foram divididos em três chaves e se enfrentaram dentro de seus grupos em turno e returno. A Fase Final foi disputada pelos 6 melhores colocados da primeira fase na classificação geral e se enfrentaram em turno e returno. O time que somou o maior número de pontos na fase final sagrou-se campeão mineiro. Os 18 times eliminados da primeira fase disputaram um torneio extra para apontar os dois rebaixados para a 2a Divisão. Eles foram divididos em 3 grupos de 8 equipes e se enfrentaram dentro de cada grupo em turno e returno. Os pontos conquistados na 1a fase continuaram valendo para o Torneio Extra.

Sistema 4-3-3:
Paulo César, Zelão, Paulão, Adilson, Nonato (Célio Gaúcho); Ademir (Andrade), Boiadeiro, Macalé (Ramon Menezes) (Luiz Fernando); Mario Tilico (Paulinho), Charles, Marquinhos (Agnaldo). Técnico: Ênio Andrade

Quem jogou
Jogos
Atleta
23
Paulo César
21
Adilson, Paulão
20
Boiadeiro, Nonato
17
Ademir, Macalé, Paulinho, Ramon Menezes
16
Marquinhos, Zelão
14
Célio Gaúcho, Charles
13
Agnaldo, Mario Tilico
12
Andrade
11
Luiz Fernando
10
Vanderci
6
Rogério Lage
5
Aelson
1
Célio Lúcio, Sadi, Xuxa

Quem marcou gols
Gols
Atleta
5
Charles, Macalé
4
Luiz Fernando
3
Adilson, Mario Tilico
2
Agnaldo, Ramon Menezes
1
Aelson, Marquinhos, Paulão, Paulinho

Supercampeão e fora da Copa do Brasil
O Cruzeiro priorizou a Supercopa que foi disputada, simultaneamente, com o Campeonato Mineiro. O time estrelado venceu o troféu sulamericano e encerrou um tabu de 15 anos sem um título de expressão – o último havia sido a Taça Libertadores de 1976. No entanto, as derrotas para o Democrata, em Valadares, e para o Galo, pela última rodada, custaram o vicecampeonato e uma das duas vagas para a Copa do Brasil de 1992. O Cruzeiro não terminava um estadual nas duas primeiras colocações na tabela de classificação desde 1964 e, pela primeira vez, na Era Mineirão. 
Postar um comentário