sábado, 18 de fevereiro de 2017

Campeonato Mineiro 1993

Parte do plantel que disputou o Estadual de 1993: Luís Inarra (preparador físico), Paulo Roberto, Célio Lúcio, Ademir, Robson, Nonato, Paulo César, Benecy Queiroz (supervisor); Agachados: Cleison, Rogério Lage, Boiadeiro, Roberto Gaúcho, Luiz Fernando e Edenilson

Carlos Henrique

Primeira Fase
Chave Centro: *1o Valerio; *2o Ipiranga; *3o Democrata-SL; 4o Villa Nova; 5o Tupi; 6o Juventus; Chave Sul: *1o Flamengo; *2o Caldense; 3o Atletico TC; 4o Rio Branco; 5o Trespontano; 6o Alfenense; Grupo Triângulo: *1o Araxá; *2o URT; *3o Uberlândia; 4o Mamoré; 5o Patrocinense; 6o Uberaba; 7o Nacional
*classificados

Segunda Fase
28/03 - Cruzeiro 2 x 0 Uberlândia (Mineirão)
03/04 - Cruzeiro 4 x 1 Caldense (Mineirão)
10/04 - Cruzeiro 3 x 2 Ipiranga (JK, Manhuaçu)
18/04 - Cruzeiro 2 x 1 Atlético (Mineirão)
25/04 - Cruzeiro 0 x 0 Araxá (Fausto Alvim, Araxá)
02/05 - Cruzeiro 1 x 3 América (Mineirão)
08/05 - Cruzeiro 6 x 1 Ipiranga (Mineirão)
13/05 - Cruzeiro 1 x 0 Araxá (Horto)
16/05 - Cruzeiro 2 x 2 Uberlândia (Parque do Sabiá)
23/05 - Cruzeiro 0 x 1 América (Mineirão)
25/05 - Cruzeiro 1 x 0 Caldense (Ronaldão, Poços de Caldas)
Grupo A: 1o América; 2o Atlético; 3o Uberlândia; 4o Araxá; 5o Caldense; 6o Ipiranga; Grupo B: 1o Cruzeiro; 2o Democrata-GV; 3o Valerio; 4o Democrata-SL; 5o URT; 6o Flamengo

Fase Final
06/06 - Cruzeiro 0 x 0 Democrata (Mamudão, Gov. Valadares)
10/06 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
13/06 - Cruzeiro 0 x 1 Atlético (Mineirão)
16/06 - Cruzeiro 0 x 0 América (Mineirão)
19/06 - Cruzeiro 3 x 0 Democrata-GV (Mineirão)
27/06 - Cruzeiro 1 x 0 Atlético (Mineirão)
Classificação Final: 1o América (campeão)*; 2o Atlético*; 3o Cruzeiro; 4o Democrata-GV**; 5o Uberlândia; 6o Araxá; 7o Caldense; 8o Ipiranga; 9o Valerio; 10o Democrata-SL; 11o URT; 12o Flamengo
*classificados para a Copa do Brasil 1994
**campeão do interior
Artilheiro Máximo: Hamilton (América) e Alexandre Cotta (Uberlândia) com 10 gols cada

Critérios de participação
A Federação Mineira extinguiu os módulos I e II da 1ª divisão. Assim o Estadual foi disputado por 21 equipes que disputaram o Campeonato de 1992, mais o Atlético TC e a Alfenense, campeão e vice, respectivamente, do módulo II de 1992. Esportivo, Associação Paraisense e Pouso Alegre desistiram da disputa do Campeonato.

Sistema de disputa
A primeira fase foi disputada por 19 equipes do interior divididas em três grupos, que se enfrentaram dentro de suas respectivas chaves em turno e returno. Os três primeiros colocados do grupo Triângulo (com 7 equipes), os dois primeiros dos grupos Sul e Centro (com seis equipes cada), mais o terceiro colocado com melhor pontuação entre estes dois grupos se classificaram para a segunda fase. Cruzeiro, América, Atlético e Democrata-GV entraram na disputa a partir da segunda fase, que teve os 12 times divididos em dois grupos. Os times do grupo A enfrentaram os times do grupo B em turno e returno. Os dois primeiros colocados de cada chave se classificaram para a fase final. Critérios de desempate: 1) Maior número de vitórias; 2) Maior saldo de gols; 3) Maior número de gols marcados; 4) Menor número de gols sofridos; 5) confronto direto; 6) sorteio

Supercopa Minas Gerais
Flamengo-VG, Ipiranga, Juventus, Rio Branco, Trespontano e Tupi desistiram da disputa da Supercopa Minas Gerais, que seria disputada logo após o Estadual, e foram automaticamente rebaixados para o Módulo II de 1994.

Clássico adiado sine die
O clássico entre Cruzeiro e Atlético, pela última rodada da primeira fase, não foi realizado por falta de interesse dos rivais, pois o resultado não alteraria a classificação.

Sistema 4-3-3
Paulo César, Paulo Roberto, Célio Lúcio, Luizinho (Robson) e Zelão (Nonato); Rogério Lage, Douglas (Boiadeiro) e Luiz Fernando (Éder); Nivaldo (Ramon Menezes), Cleison (Tôto) e Roberto Gaúcho. Treinadores: Pinheiro (16) e Eduardo (1)

Quem jogou
Jogos
Jogadores
15
Paulo César
14
Célio Lúcio
13
Cleison, Nivaldo, Rogério Lage
12
Paulo Roberto, Zelão
11
Luiz Fernando, Roberto Gaúcho
9
Luizinho
8
Douglas, Éder, Tôto
7
Boiadeiro, Nonato, Ramon Menezes, Robson
6
Ademir, Arley Álvares
5
Edenilson
4
Daniel
2
Aelson, Genilson, Marcus Vinícius
1
Anderson, Donizete Amorim, Gilberto, Harlei, Palhinha, Ronaldo

Quem marcou gols
Gols
Jogadores
6
Cleison, Nivaldo
4
Luiz Fernando, Paulo Roberto
2
Arley Álvares, Roberto Gaúcho
1
Ramon Menezes, Zelão

Cruzeiro vence decisão do vice no campo e Galo no tapetão
O América foi o campeão e garantiu sua vaga para a Copa do Brasil. Naquela época, apenas o campeão e o vice mineiro garantiam vaga na disputa do troféu. Com a vitória sobre o Galo na última rodada, o Cruzeiro igualou-se ao rival na segunda colocação em número de pontos. O artigo 14 do regulamento previa um jogo extra no caso de duas equipes terminarem empatadas em número de pontos na segunda colocação. A decisão do vice foi disputada no dia 28 de julho, no Mineirão, e o Cruzeiro venceu o Galo, por 2 a 1.

O Atlético entrou com um recurso no Superior Tribunal de Justiça pedindo a anulação do jogo. O alvinegro usou a tradição futebolística como argumento para sustentar a sua tese. Segundo o advogado do clube, a disputa de um vice-campeonato não é comum no futebol brasileiro e sugeriu que o artigo 13 fosse aplicado ao invés do 14. Neste item do regulamento, o maior número de vitórias na fase final, era o primeiro critério de desempate e, como o Galo teve uma vitória a mais que o Cruzeiro no quadrangular, seria o vice-campeão. No entanto, o artigo 13 aplicava-se no caso de empate entre três equipes na classificação. Apesar disso, o STJD acatou o recurso do Galo, que ficou com a vaga para a Copa do Brasil e a histórica decisão do vice entre os rivais tornou-se um mero amistoso.

Concorrência com a Copa do Brasil
O Cruzeiro priorizou a disputa da Copa do Brasil que acabou conquistando pela primeira vez. As fases decisivas da disputa da competição nacional coincidiram com os jogos do quadrangular final do Estadual. O time estrelado não conseguiu manter o mesmo ritmo nas duas competições e os quatro primeiros jogos sem vitória na fase final custaram o título estadual.
Postar um comentário