sábado, 15 de abril de 2017

Campeonato Mineiro 2005

O time cruzeirense posa para foto antes da decisão contra o Ipatinga no Mineirão. Em pé: Fábio, Athirson, Lopes, Marcelo Batatais, Edu Dracena; Agachados: Maldonado, Fred, Marabá, Kelly, Ruy e Diogo.

Carlos Henrique

Primeira Fase
29/01 - Cruzeiro 2 x 0 Democrata-SL (Mineirão)
05/02 - Cruzeiro 2 x 1 Villa Nova (Bonfim, Nova Lima)
10/02 - Cruzeiro 2 x 1 Ipatinga (Lamegão, Ipatinga)
13/02 - Cruzeiro 1 x 0 Guarani (Mineirão)
20/02 - Cruzeiro 0 x 2 Atlético (Mineirão)
24/02 - Cruzeiro 3 x 0 Mamoré (Mineirão)
27/02 - Cruzeiro 4 x 0 América (Mineirão)
06/03 - Cruzeiro 0 x 0 Caldense (Mineirão)
11/03 - Cruzeiro 5 x 1 Valério (Israel Pinheiro, Itabira)
19/03 - Cruzeiro 1 x 1 URT (Mangueirão, Patos de Minas)
23/03 - Cruzeiro 3 x 1 Boa (Mineirão)
Classificação: 1o Cruzeiro; 2o Ipatinga; 3o URT; 4o Atlético; 5o Villa Nova; 6o Boa; 7o América; 8o Guarani; 9o Caldense; 10o Democrata; 11o Valério; 12o Mamoré

Semifinal
26/03 - Cruzeiro 1 x 0 Atlético (Mineirão)
03/04 - Cruzeiro 0 x 0 Atlético (Lamegão, Ipatinga)
Final
10/04 - Cruzeiro 1 x 1 Ipatinga (Lamegão, Ipatinga)
17/04 - Cruzeiro 1 x 2 Ipatinga (Mineirão)
Classificação Final: 1o Ipatinga (campeão); 2o Cruzeiro; 3o URT; 4o Atlético; 5o Villa Nova; 6o Boa; 7o América; 8o Guarani; 9o Caldense; 10o Democrata; 11o Valério*; 12o Mamoré*
*rebaixados
Artilheiro Máximo: Fred (Cruzeiro) com 13 gols

Critérios de Participação:
Disputado pelos 10 primeiros colocados do Campeonato Mineiro de 2004, mais o Boa e o Democrata de Sete Lagoas, campeão e vice do Módulo II de 2004, respectivamente.

Sistema de Disputa:
Dividido em três fases: Na primeira as equipes se enfrentaram em turno único e os quatro primeiros colocados se classificaram para a semifinal. Os dois últimos foram rebaixados para o Módulo II; Na fase semifinal as equipes foram divididas em duas chaves, com duas cada, na seguinte ordem de classificação da 1ª fase: 1º x 4º e o 2º x 3º. As equipes iniciaram esta fase com os pontos zerados. O primeiro e o segundo colocado da Primeira Fase disputaram os confrontos com a vantagem de dois resultados iguais com o mesmo saldo de gols. As equipes se enfrentaram em duas rodadas.
Os finalistas decidiram o título em duas rodadas. Nesta fase os pontos foram zerados, mas o finalista que somou o maior número de pontos em todas as fases disputou a decisão com a vantagem de dois resultados iguais com o mesmo saldo de gols.

Sistema 4-4-2:
Fábio, Ruy, Marcelo Batatais, Edu Dracena e Athirson; Maldonado (Fábio Santos), Marabá (Jardel) (Diogo), Adriano e Kelly (Wagner); Jean e Fred. Treinador: Levir Culpi

Quem jogou
Jogos
Atleta
15
Fábio
14
Jean, Marcelo Batatais
13
Athirson, Edu Dracena, Fred, Marabá
12
Adriano, Ruy
11
Kelly, Maldonado
10
Wagner
9
Fábio Santos
8
Jardel
7
Diogo
6
Patrick
5
Lopes, Maurinho, Michel
3
Gladstone, Tadeu
2
Régis
1
Evandro, Martinez, Sandro

Quem marcou gols
Gols
Atleta
13
Fred
3
Kelly
2
Ruy
1
Adriano, Athirson, Edu Dracena, Jean, Lopes, Marcelo Batatais, Tadeu
1 contra
Charles (Ipatinga)

Ipatinga, a filial do Cruzeiro
O Ipatinga disputou o Campeonato Mineiro com 16 jogadores do Cruzeiro, além de toda a comissão técnica emprestada pelo clube. A parceria existia desde 2000. O time chamado de filial surpreendeu e conquistou o título na decisão contra o próprio Cruzeiro. Foi o primeiro título estadual de uma equipe do interior na era Mineirão.

Postar um comentário