sexta-feira, 28 de abril de 2017

Campeonato Mineiro 2008

O time cruzeirense posa para a foto antes do segundo sacode na decisão sobre o Galo, em 4 de maio de 2008, no Mineirão. Em pé: Espinoza, Marquinhos Paraná, Marcelo Moreno, Thiago Heleno, Fábio, Thiago Martinelli, Henrique e Andrey; Agachados: Wagner, Elicarlos, Jonathan, Marcinho, Jadilson, Charles, Leandro Domingues, Guilherme, Fabrício e Sandro

Carlos Henrique

Primeira Fase
27/01 - Cruzeiro 4 x 0 Uberaba (Mineirão)
10/02 - Cruzeiro 3 x 0 Democrata-SL (Mineirão)
16/02 - Cruzeiro 3 x 2 Guarani (Farião, Divinópolis)
24/02 - Cruzeiro 3 x 2 Villa Nova (Mineirão)
01/03 - Cruzeiro 2 x 1 Social (Lamegão, Ipatinga)
09/03 - Cruzeiro 0 x 0 Atlético (Mineirão)
13/03 - Cruzeiro 0 x 1 Rio Branco (Mineirão)
22/03 - Cruzeiro 2 x 1 Democrata (Mamudão, Gov. Valadares)
27/03 - Cruzeiro 1 x 1 Boa (Fazendinha, Ituiutaba)
30/03 - Cruzeiro 2 x 0 Ipatinga (Mineirão)
06/04 - Cruzeiro 2 x 1 Tupi (Municipal, Juiz de Fora)
Classificação: 1º Cruzeiro*; 2º Tupi*; 3º Atlético*; 4º Boa*; 5º Guarani; 6º Villa Nova; 7º Rio Branco; 8º Democrata-GV; 9º Uberaba; 10º Social; 11º Ipatinga; 12º Democrata-SL
*classificados

Semifinal
12/04 - Cruzeiro 4 x 4 Boa (Mineirão)
20/04 - Cruzeiro 3 x 1 Boa (Mineirão)
Final
27/04 - Cruzeiro 5 x 0 Atlético (Mineirão)
04/05 - Cruzeiro 1 x 0 Atlético (Mineirão)
Classificação Final: 1º Cruzeiro (Campeão); 2º Atlético; 3º Tupi**; 4º Boa**; 5º Guarani; 6º Villa Nova; 7º Rio Branco; 8º Democrata-GV; 9º Uberaba; 10º Social; 11º Ipatinga*; 12º Democrata-SL*
*rebaixados
**classificados para a Série C do Campeonato Brasileiro de 2008
Artilheiro Máximo: Jajá (Guarani) com 7 gols

Critérios de Participação:
Disputado pelos 10 primeiros colocados do Campeonato Mineiro de 2007, mais o Social de Cel. Fabriciano e o Uberaba, campeão e vice do Módulo II de 2007, respectivamente.

Sistema de Disputa:
Dividido em três fases: Na primeira as equipes se enfrentaram em turno único e os quatro primeiros colocados se classificaram para a semifinal. Os dois últimos foram rebaixados para o Módulo II.
Na fase semifinal as equipes foram divididas em duas chaves, com duas cada, na seguinte ordem de classificação da 1ª fase: 1º x 4º e o 2º x 3º. As equipes iniciaram esta fase com os pontos zerados e se enfrentaram em duas rodadas. O primeiro e o segundo colocado da Primeira Fase disputaram os confrontos com a vantagem de dois resultados iguais com o mesmo saldo de gols.
Os finalistas decidiram o título em duas rodadas. Nesta fase os pontos foram zerados, mas o finalista que somou o maior número de pontos em todas as fases disputou a decisão com a vantagem de dois resultados iguais com o mesmo saldo de gols.

Sistema 4-4-2:
Fábio, Apodi (Jonathan), Thiago Martinelli (Espinoza), Léo Fortunato (Thiago Heleno) e Jadilson; Charles (Elicarlos), Marquinhos Paraná, Ramires (Leandro Domingues) e Marcinho (Wagner); Marcelo Moreno e Guilherme. Treinador: Adilson

Quem jogou
Jogos
Atleta
14
Fábio, Marquinhos Paraná
12
Marcinho, Ramires
11
Apodi, Guilherme, Marcelo Moreno
10
Charles, Jonathan, Wagner
9
Jadilson, Léo Fortunato, Thiago Martinelli
7
Elicarlos, Espinoza, Leandro Domingues, Thiago Heleno
5
Guilherme, Henrique, Marcel
4
Zé Eduardo
3
Fabrício, Fernandinho, Joabe, Léo Silva
2
Andrey, Luiz Fernando, Sandro, Sandro Manoel, Thiago
1
Diego Renan, Fabinho, Luiz Alberto, Márcio

Quem marcou gols
Gols
Atleta
6
Marcelo Moreno
4
Marcinho
3
Guilherme, Leandro Domingues, Marcel, Wagner
2
Espinoza, Ramires, Thiago Heleno
1
Apodi, Charles, Fabinho, Thiago, Thiago Martinelli
1 contra
Marcos (Atlético), Amarildo (Boa)

Placar das decisões: Cruzeiro 9 x 6 Atlético
Foi a 9a decisão de Campeonato conquistada pelo Cruzeiro numa decisão direta contra o Galo em 15 disputadas. O Cruzeiro venceu as finais de 1940, 1967, 1972, 1977, 1987, 1990, 1998, 2004 e 2008 e o Galo as de 1954, 1963, 1976, 1985, 2000 e 2007.

Goleada Histórica
A goleada por 5 a 0 aplicada pelo Cruzeiro sobre o Atlético foi a maior em todas as decisões de Campeonatos em Minas.

Fórmula escrota
Pela primeira vez, desde que ridícula fórmula de disputa imposta pela Rede Globo em 2004 – com a primeira fase servindo apenas para apontar os quatro classificados para a semifinal - o primeiro colocado da primeira fase sagrou-se campeão mineiro. E pela terceira vez, o título foi decidido, já no primeiro jogo da final, tornando o segundo jogo um mero amistoso. Uma prova de que o mata-mata é um lixo e que só serve para render anúncios para a TV.
Postar um comentário