segunda-feira, 3 de abril de 2017

ÉDER

Carlos Henrique

25/05/1957 Éder Aleixo Assis nasce em Vespasiano, MG.

14/06/1982 Como atleta do Atlético-MG, Éder estreia no Mundial, na vitória por 2 a 1 sobre a Seleção da União Soviética, em Sevilla, na Espanha. O atacante foi titular em todos os cinco jogos da campanha da Seleção Brasileira e marcou dois gols.

27/01/1993 O atacante de 35 anos chega ao Cruzeiro como novo reforço para as disputas da Copa do Brasil e do Campeonato Mineiro. Contratado por empréstimo à Internacional de Limeira, Éder assina contrato com vigência de seis meses.

11/02/1993 Estreia na goleada por 5 a 0 sobre o Flamengo de Varginha, em Varginha.

16/02/1993 Marca seu primeiro gol na goleada por 5 a 1 sobre o América-RJ, no Mineirão. O gol foi de cabeça, um fato raro em sua carreira.

28/02/1993 Faz seu primeiro jogo como titular, no amistoso contra o Unaí, em Unaí. Joga, pela primeira vez, setor de meio-campo com a função de armar as jogadas. O Cruzeiro vence por 2 a 1.

23/03/1993 Primeiro jogo oficial com a camisa cruzeirense. Éder começa como titular formando o meio de campo com Douglas e Boiadeiro na goleada por 5 a 0 sobre a Desportiva-ES, no Mineirão, pela primeira fase da Copa do Brasil. Marca também seu primeiro gol em jogos oficiais, que foi o terceiro do jogo.

30/03/1993 Sofre lesão muscular na panturrilha direita no treino e fica afastado por 25 dias.

23/05/1993 Após quase dois meses, volta a ser escalado na equipe titular e, desta vez, no ataque, na derrota por 1 a 0 para o América, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro.

03/06/1993 Conquista seu primeiro e único título com a camisa do Cruzeiro – a Copa do Brasil. Éder é escalado como titular no jogo decisivo contra o Grêmio, no Mineirão. Substituiu Boiadeiro que foi convocado para a Seleção Brasileira. O time estrelado vence por 2 a 1 e Éder dedica a conquista “aqueles que acreditavam que estava acabado para o futebol”.

27/06/1993 Leva o primeiro cartão vermelho em sua passagem pelo Cruzeiro na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético, pela última rodada do Campeonato Mineiro. Sua expulsão ocorreu após o gol marcado por Cleison, aos 80 minutos, num desentendimento entre jogadores dos dois times. O árbitro Lincoln Bicalho também expulsou Paulo Roberto e Orlando, do Atlético e Roberto Gaúcho, do Cruzeiro, neste lance. A vitória estrelada foi decisiva para tirar o título do Galo e beneficiar o América, que se sagrou campeão estadual. Foi o último jogo de Éder. Ao todo foram 17 jogos e três gols com a camisa cruzeirense. Como seu vínculo se encerraria dias depois, retornou a Inter de Limeira.

*Série jogadores do Mundial que atuaram pelo Cruzeiro
Postar um comentário